Uruguai pede vacina contra febre amarela para vir ao Brasil

16 jan 2017
18h02
atualizado em 17/1/2017 às 14h57
  • separator
  • comentários

O Ministério da Saúde Pública (MSP) do Uruguai recomendou nesta segunda-feira a todas as pessoas com viagem marcada ao Brasil que vacinem-se contra a febre amarela, depois que o governo de Minas Gerais decretou emergência em saúde pública no dia 13 de janeiro no leste do estado por conta do surto da doença.

A situação, que causou a morte de 39 pessoas nas últimas duas semanas e a aparição de 133 casos suspeitos de contágio, levou o governo uruguaio a recomendar a vacinação a todos os seus cidadãos que tenham planos de viajar ao Brasil.

Alerta de vírus da febre amarela
Alerta de vírus da febre amarela
Foto: iStock

"Todas aquelas pessoas que viajarem ao Brasil, exceto às zonas litorâneas, devem se vacinar com pelo menos dez dias de antecedência contra a febre amarela, a menos que haja contraindicação", ressalta o comunicado do MSP.

Além disso, as autoridades uruguaias recomendam extremo cuidado com as picadas de insetos, especialmente de mosquitos, e aconselham o uso de repelentes e roupas adequadas.

O decreto de emergência afeta 152 municípios do estado e abre portas para a contratação de pessoal para ajudar na luta contra o surto da doença e a criação de um comitê para monitorar a situação.

Das cidades afetadas pelo decreto, pelo menos 21 apresentam casos considerados prováveis de febre amarela, doença infecciosa causada por um vírus e transmitida por um mosquito, que apresenta quadros agudos de febre e que pode provocar a morte em uma semana se não for tratada com urgência.

EFE   

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade