Sepultura de Che Guevara em Cuba bateu recorde de visitas em 2016

19 jan 2017
14h16
  • separator
  • comentários

O Conjunto Escultórico Memorial Comandante Ernesto Che Guevara, situado na cidade cubana de Santa Clara e onde está sepultado o célebre guerrilheiro argentino, recebeu no ano passado a visita de 374,9 mil pessoas, informaram nesta quinta-feira veículos de imprensa oficiais.

O número representa um recorde de visitas ao local, que poderia ser batido este ano, quando se completam 50 anos da morte de Che Guevara na Bolívia, segundo um informe da "Agência Cubana de Notícias" (ACN).

O mausoléu, onde também foram sepultados outros guerrilheiros mortos no país andino, recebeu visitantes sobretudo da Alemanha, França, Itália, Inglaterra e Argentina, além de cubanos de diferentes províncias do país, informou a diretora do Conjunto, Mayra Romero.

Os responsáveis do memorial projetaram para este ano um programa de atividades que inclui exposições, as exibições dos documentários "Homens da Guerrilha" e "Sementes de Ñancahuazú", além de um debate acerca do discurso de Che sobre o herói independentista cubano José Martí, entre outras atividades.

Em 2017 também se completam 20 anos da chegada dos restos de Che Guevara a Cuba.

O Conjunto Escultórico Memorial Comandante Ernesto Che Guevara foi construído por iniciativa do falecido ex-presidente cubano Fidel Castro e inaugurado em 1997, quando chegaram a Cuba os restos do guerrilheiro, assassinado em 1967 na Bolívia.

No local também repousaram por uma noite em dezembro as cinzas de Fidel Castro, que percorreram a ilha em uma caravana durante vários dias desde Havana até a cidade de Santiago de Cuba, onde foram enterradas.

EFE   

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade