Paris investirá 300 milhões de euros para aumentar segurança da Torre Eiffel

16 jan 2017
15h59
  • separator
  • comentários

Paris quer renovar o espaço em volta da Torre Eiffel e aumentar sua segurança, em um investimento público de 300 milhões de euros, destacou nesta segunda-feira o jornal francês "Les Échos".

A prefeitura da cidade abriu em dezembro um concurso público destinado a arquitetos para a construção de novas infraestruturas e já entrou em negociações com o órgão que administra o monumento (SETE) para discutir como realizá-las.

O edital especifica que os projetos devem dar resposta eficaz a invasões de indivíduos a pé ou em veículos e a movimentos maciços de gente, assim como melhorar o acesso das forças de segurança e socorro, entre outros.

Dos 300 milhões de euros previstos no orçamento, 15 milhões serão destinados à instalação de barreiras de vidro e vegetação densa para delimitar um novo perímetro, que terá o dobro do tamanho do atual.

O acesso a um dos monumentos mais visitados da França, com cerca de sete milhões de turistas ao ano, segundo números da prefeitura, seguirá sendo gratuito, mas controlado, confirmou adjunto de Transportes e Turismo de Paris, Jean-François Martins.

Apesar do estado de emergência declarado pela França após os atentados jihadistas de novembro de 2015, Martins acrescentou que as reformas "não implicam o aumento da segurança em todos os pontos turísticos da cidade".

O jornal "Les Échos" também informou que os planos de reforçar a segurança serão mantidos mesmo após a retirada do estado de emergência, tendo em vista os grandes eventos que Paris pretende sediar nos próximos anos, como os Jogos Olímpicos em 2024.

EFE   

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade