PUBLICIDADE

Caixa publica guia de etiqueta para brasileiros nos EUA

ver comentários
Publicidade

Formas de cumprimento, traje, dicas de comportamento e de boas maneira, tudo isso está no novo guia para brasileiros que visitam os Estados Unidos, publicado pela Caixa Econômica Federal. O texto, publicado no site da instituição, ressalta que as regras de etiqueta nos Estados Unidos são diferentes e por isso é preciso bom senso e tato para não cometer gafes.

O texto dá dicas de como se comportar em diferentes situações em solo norte-americano
O texto dá dicas de como se comportar em diferentes situações em solo norte-americano
Foto: Getty Images

Segundo o guia, o povo norte-americano, de maneira geral, é informal e extrovertido, valoriza o trabalho, é competitivo e não conhecem muito sobre a cultura de outros países. Outro aspecto que foi ressaltado é a valor dado à pontualidade nos Estados Unidos.

Confira algumas dicas da Caixa:

Cumprimentos
Em situações formais os norte-americanos costumam se cumprimentar com um aperto de mãos firme e rápido ou com um aceno de cabeça acompanhado de uma saudação verbal. Já em ocasiões informais beijos na bochecha são aceitáveis entre mulheres e pessoas de sexo oposto, desde que os envolvidos se conheçam bem. Se encontrar alguém conhecido na rua quando estiver acompanhado, é educado apresentar seu acompanhante. Cumprimente a todos em um grupo, pois saudar apenas os conhecidos é considerado grosseiro.

Conversas
Nos EUA, procure ficar a uma distância mínima de 33 cm (a distância aproximada de um braço esticado) quando conversar com outras pessoas. O contato visual é muito valorizado por eles. Como no Brasil, devem-se evitar temas polêmicos como política e religião quando não se conhece bem as pessoas envolvidas. Também não convém criticar o "american way of life", pois muitos norte-americanos podem se sentir ofendidos. Se você estiver em um grupo que está conversando em inglês, não é educado falar em outra língua mais do que duas ou três frases. Se receber um elogio, simplesmente agradeça. Negá-lo para parecer modesto no Brasil, mas não nos EUA.

Traje
Mantenha suas roupas e sapatos sempre limpos e arrumados. Em ambiente formal, o dress code comum para homens é terno e gravata e, para mulheres, tailleur com meia-calça e sapatos altos. Mas convém que você pesquise um pouco como as pessoas se vestem no local para onde vai.

Comportamento à mesa
Procure sentar-se ereto e não apoie cotovelos e antebraços à mesa. Para alcançar um prato que está distante, peça educadamente para alguém mais próximo dele trazê-lo até você. E só comece a comer quando todos estiverem comendo ou, ainda, quando quem o convidou autorizar.

Em restaurantes
Nos EUA, fazer contato visual com o garçom, com um aceno da cabeça, normalmente é suficiente para chamar sua atenção. Em ambientes muito cheios, pode-se chamar o garçom educadamente com um "excuse me, waiter" ou erguer o dedo indicador com um aceno de cabeça. Se o serviço for bom, deixe uma gorjeta de 15% do valor da conta.

Fumo
Antes de acender um cigarro, pergunte a quem estiver por perto se é permitido fumar naquele lugar ou, ainda, se as pessoas à sua volta se importam, e prepare-se para a possibilidade de ouvir um "sim".

Em festas
Ao ser convidado para um evento na casa de alguém, é de bom tom perguntar ao anfitrião se ele deseja que você leve alguma coisa. Se ele disser que não, leve assim mesmo um vinho ou alguma sobremesa. Se o evento for uma festa de comemoração de aniversário, aposentadoria ou formatura, mesmo que lhe digam que não é necessário dar presentes, leve uma lembrancinha acompanhada de um cartão. Na dúvida, pergunte qual será o traje do evento. Se for sua primeira visita, leve um presente ao anfitrião, como flores ou um vinho. Em casos de casamento pergunte pela "bridal registry", a lista de presentes. A tolerância para atrasos a festas é de uma ou duas horas após o horário combinado. Também é recomendável não prolongar muito a visita.

Títulos honoríficos e nomes
Nos EUA é comum chamar as pessoas pelo primeiro nome. No entanto, até que a pessoa o autorize a tratá-la assim, chame-a pelo sobrenome precedido por um título honorífico (Mr. para homens e Mrs. para mulheres).

Empregados
Não é educado chamar um empregado com gestos grosseiros ou falando alto. Estalar os dedos ou assobiar é inaceitável. O correto é se aproximar dele ou acenar e dirigir-lhe a palavra educadamente.. Seja cortês. Dizer "por favor", "com licença" e "obrigado" só vai somar pontos para você.

Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade