França registra queda de 2 milhões de turistas estrangeiros em 2016

10 fev 2017
11h53
  • separator
  • comentários

A França registrou em 2016 entre 82,5 e 83 milhões de turistas estrangeiros, o que representa uma queda de cerca de dois milhões de pessoas em relação ao ano anterior, informou nesta sexta-feira o ministro das Relações Exteriores do país, Jean-Marc Ayrault.

Essa queda foi atribuída ao impacto dos recentes atentados terroristas, dos temporais e das greves, mas segundo sua estimativa, não evita que a França se mantenha como maior destino turístico mundial.

Os mais de 82 milhões de turistas "refletem a força do setor", informou o Ministério em seu balanço, no qual comemorou que após este ano "difícil" para o setor, com uma queda de 5,7% no número de pernoites, se tenha vivido um impulso das mesmas no final de 2016.

O órgão destacou entre outros exemplos que registrou "um retorno em massa da clientela japonesa, com um aumento de 60% das reservas aéreas para Paris no primeiro trimestre de 2017".

O Ministério das Relações Exteriores, que na França tem as atribuições de Turismo, lembrou que "a título excepcional, e em um contexto de retrocesso pontual da frequentação", o governo desbloqueou 43 milhões de euros a favor do setor, 15,5 milhões desses para garantir a segurança dos turistas.

A França, onde há dois milhões de empregos diretos e indiretos ligados à indústria turística, traçou como objetivo a chegada de 100 milhões de turistas daqui até 2020, e trabalha também para prolongar a duração de sua estadia e aumentar sua despesa média por pessoa.

EFE   

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade