PUBLICIDADE

Confira o diário de uma cruzeirista a bordo do navio

7 fev 2013 07h44
| atualizado às 09h35
ver comentários
Publicidade

São muitas as dúvidas que surgem antes de fazer um cruzeiro, desde quais são as atrações até como se vestir. A funcionária pública paulistana Alinne Rosa Labate, 30 anos, embarcou em sua primeira viagem no fim de 2012 com o marido, passou o réveillon a bordo do MSC Fantasia e fez um diário contando o dia a dia.

Ao entrar no navio, a funcionária pública Alinne Rosa Labate ficou impressionada com o luxo a bordo
Ao entrar no navio, a funcionária pública Alinne Rosa Labate ficou impressionada com o luxo a bordo
Foto: MSC Cruzeiros / Divulgação

Embarcar em um navio era um sonho antigo do casal. Ao começarem a pensar no destino da virada de ano, ainda em agosto, a ideia voltou à pauta. “Fomos ver quanto sairia para fazer um cruzeiro e percebemos que fechando a viagem naquela época valia muito a pena em comparação a bons hotéis, resorts e pacotes de viagens”, comenta Alinne. Aí já vai a primeira dica, antecipar a compra.

Para a primeira experiência a bordo, após buscarem informações com a agência de viagens, foram apresentados ao MSC Fantasia e escolheram sua viagem de réveillon. “O cruzeiro era de oito noites (29/12/2012 a 06/01/2013), com escalas em Búzios, Copacabana, para ver a queima de fogos, Salvador e Ilha Grande. Perfeito”, exclama. Abaixo você acompanha como foi essa viagem.

Dia 1 – 29/12/2012 - Embarque e as Primeiras Impressões

No porto de Santos, muita gente e malas por todo lado!!! Mas eu diria que é “uma bagunça organizada”. Bagunça porque a estrutura do porto não é lá essas coisas e você tem que ficar atento ao local onde tem que deixar as malas e depois procurar a plataforma de check in e embarque, mas é bem organizado, pois as companhias fazem os procedimentos de forma escalonada, evitando tumulto e facilitando a entrada nos navios. Mas é preciso ter paciência e estar atento!

Nosso check in começava às 13h e terminava às 16h, com a partida prevista para as 18h. Tudo saiu dentro do horário estipulado - até antecipado, na verdade. Dentro do navio, fiquei boquiaberta... Muito luxo e decoração impecável por todo lado. Destaque para as escadas com degraus de cristais Swarovski, que custam cerca de R$ 24 mil. Você simplesmente esquece que está em um navio, parece que está no mais luxuoso hotel do mundo, com shopping, teatro, cassino, bares, discotecas, salão de beleza, spa, piscinas... Tanto para ver e fazer que um cruzeiro só nunca é o foi suficiente!

À noite era hora de conhecer nosso restaurante. Como são muitos passageiros, os jantares são divididos em dois turnos em dois restaurantes principais e nessa primeira noite chegamos ao Cerchio d’Oro por volta das 20h30 e adivinhem: o restaurante já tinha fechado para o nosso turno! Então fica a dica para não perderem o jantar, pois vale a pena! Mas se acontecer o mesmo ou decidir não participar do jantar no restaurante, sempre existe a possibilidade de jantar no buffet.

Dia 2 – 30/02/2012 - Chegada em Búzios

Todos os dias são deixados na cabine informativos com a programação para o dia seguinte, bem como a sugestão de traje para o período noturno (casual, informal ou gala). Quando acordamos no dia seguinte, sabíamos que já estávamos ancorados em Búzios. Mas antes de passear pela cidade, fomos tomar um delicioso café da manhã, com iguarias de todas as partes do mundo (meus preferidos: panquecas e waffles!) e vista para uma paisagem linda! Nas escalas, é possível participar de excursões para os principais pontos turísticos em terra. No caso de Búzios, nós não participamos. Após o café e aproveitar um pouco a piscina (aliás, outra dica preciosa: caso já conheça o local da parada, fique no navio aproveitando as piscinas e as melhores espreguiçadeiras, que quase nunca estão disponíveis), nos dirigimos para uma das lanchas que faziam o transporte até a terra para conhecer a famosa cidade que encantou Brigitte Bardot.

De volta ao navio, almoçamos e aproveitamos mais a piscina, onde rolam as atividades da equipe de animação: aulas de dança, shows com artistas e bailarinos, jogos, bingo, atividades físicas, entre outras. Para não perder o jantar no restaurante, fomos cedo para a cabine nos preparar e conseguimos chegar a tempo (ufa!). O restaurante é lindo e o menu exclusivo, com opções de entrada, salada, sopa, massa e risotos, prato principal e sobremesa.

Depois do jantar, passamos um tempo escutando boa música no bar Transatlântico, onde um músico brasileiro (praticamente sósia do Tim Maia) e outro italiano se revezavam com clássicos da música nacional e mundial.

Dia 03 – 31/12/2012 - Rumo a Copacabana

Para quem ainda queria curtir Búzios, foi possível passear e aproveitar as excursões até as 14h, quando navio zarpou rumo a Praia de Copacabana, no Rio de Janeiro, onde chegou por volta das 20h. O traje da noite era gala/branco (mais uma dica: mesmo quando não fizer cruzeiro no réveillon, é bom levar um look branco, pois pode ser o tema de uma das noites) para uma virada em grande estilo, vendo os fogos de Copacabana com uma vista privilegiada. Confesso que não achei que seria um espetáculo tão impressionante, de arrepiar, um jeito maravilhoso de começar o ano.

Dia 04 – 01/01/2013 - Navegação

Confesso que estava um pouco apreensiva nesse que seria o primeiro dia inteiro de navegação, mas passei bem o dia todo.

Essa noite era especial, a primeira noite de gala, o Coquetel do Comandante, no teatro L'Avanguardia, onde tivemos a oportunidade de conhecer o comandante Giuliano Bossi, seus oficiais e chefes de departamento. Cabe aqui um parênteses: o traje de gala é temido por muitos, pois ficamos com aquela imagem de que mulheres têm que usar longos, enquanto os homens vestem smoking... Hoje em dia já não é bem assim! Vale uma produção caprichada, mas nada tão formal. Um vestido longuete, belos acessórios para mulheres e calça jeans mais sóbria e blazer com camisa para os homens já é suficiente.

Dia 04 - 02/01/2013 - Mais navegação

Ao final desse dia, confesso que já estava querendo terra firme... Comecei a pensar se, para um primeiro cruzeiro, talvez oito noites não seria muito tempo, se recomendaria para os "marinheiros de primeira viagem" um cruzeiro de menos dias... Mas sabe o que é lindo de estar em alto mar? Ver aquele azul impressionante que você desacredita que exista quando está na praia, aquela paz e sensação de liberdade... Na noite italiana teve cardápio especial no jantar (onde os garçons deram um show a parte), aulas de tarantela no bar L'Insolito Lounge (onde sempre ocorrem as aulas de dança e shows dançantes) e show "Made in Italy" no teatro L'Avanguardia.

Dia 05 - 03/01/2013 - Em Salvador

Finalmente chegamos a Salvador da Bahia! O tempo era curto: ficamos lá somente das 8h às 18h, mas o horário previsto para estarem todos a bordo era 16h30. Dessa vez não teve lancha para translado, descemos direto no porto, onde também teve desembarque e embarque de novos passageiros. Mais uma vez havia excursões disponíveis, mas optamos novamente por passear por conta própria, seguindo as dicas de uma amiga: descer no porto em direção ao Mercado Modelo, seguir para o Elevador Lacerda até o Pelourinho e depois fazer o caminho inverso. Valeu a pena e deu pra matar as saudades de um legítimo acarajé. A noite fui assistir ao meu primeiro espetáculo no teatro L'Avanguardia... Lindo! Vale muito a pena assistir aos shows, trata-se de uma mega produção. Simplesmente F-A-N-T-Á-S-T-I-C-O!!!

Dia 06 – 04/01/2013 - Navegando...

Depois da partida de Salvador, se seguiu mais um dia e meio em alto mar. A essa altura o corpo já se acostumou totalmente ao balanço, que para dormir parece um ninar. Essa era a segunda noite de gala e aproveitamos para usar as melhores roupas da mala! À noite assistimos a mais um show no teatro L'Avanguardia, dessa vez um especial em homenagem ao rei do pop, Michael Jackson.

Dia 07 - 05/01/2013 - Ilha Grande

Paisagem linda! Mas tenho que dizer que não desci em Ilha Grande. Como não compramos o ingresso para nenhuma excursão, achei que não valia a pena. Em uma próxima oportunidade, quero fazer o passeio para a Lagoa Azul. Enquanto isso, dia de curtir o navio vazio! Para essa noite, vale a pena algumas observações: como é a última noite a bordo, as malas devem ser arrumadas, etiquetadas e colocadas no corredor até as 2h da madrugada do desembarque. Elas serão levadas para serem retiradas no setor de desembarque do porto e você ficará de posse apenas de sua bagagem de mão, uma muda de roupa, bolsa e objetos pessoais.

Dia 08 – 06/01/2013 - Desembarque

Acordar cedinho, porque a cabine tem que ser liberada às 7h. Depois temos de ficar atentos à escala de desembarque que, a exemplo do embarque, é feito de forma escalonada, de acordo com as cores das etiquetas entregues em cada cabine. A nossa cor era Marrom 1 (cada cor tinha ainda subdivisão pelos número 1, 2 e 3), a última cor de todas, com desembarque previsto para 9h10, então ainda deu tempo de tomar o último café da manhã caprichado e nos despedir desse embarcação fantástica!

Eu adorei a experiência e já estou querendo repetir a dose no final desse ano.

Fonte: Canarinho Press
Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade