0

Horóscopo

Céu do mês de janeiro traz mudanças repentinas a todos

Tawatchaiprakobkit / iStock
1 jan 2017
00h01
  • separator
  • comentários

O mês começa influenciado pela entrada de Vênus em Peixes, que se une imediatamente a Netuno e Marte, que já se encontram no mesmo signo, e no torna mais humanizados e caridosos. Os relacionamentos, tanto os afetivos, quanto os puramente sociais, tornam-se mais significativos. Estaremos tão abertos ao amor, que podemos até criar ilusões e idealizações das pessoas. É preciso estar bastante atento.

Já na segunda semana, Saturno começa a pressionar nossa querida deusa e voltamos à realidade das relações. Esse pode ser um momento de decepção e desânimo, depois de dias de idealização e romantismo. Piscianos, especialmente, assim como virginianos, geminianos e sagitarianos devem ser os mais atingidos por esses aspectos.

Sol e Plutão, em graus exatos em Capricórnio, continuam apontando por mudanças significativas na vida prática e necessidade de concretização e definições, que estarão presentes em todos nós. O coração pode estar apertado, pelos medos que esse aspecto envolve. O inconsciente pessoal e coletivo é ativado e todos sentiremos uma forte insegurança diante do novo.

A Lua continua seu ciclo e entra em sua fase Crescente no signo de Áries e nossa energia vital aumenta consideravelmente. As mudanças continuam e, a maioria delas, serão inesperadas ou envolvidas em situações inusitadas. É preciso calma e discernimento, paciência e tolerância diante do que resistimos mudar. Ainda na segunda semana, Mercúrio retoma seu movimento direto e tudo o que esteve incerto e duvidoso, começa a fazer sentido. Os mal entendidos ficam para trás e arestas, relacionadas à nossa vida pessoal e profissional, mal resolvidas, são aparadas.

No dia 12, Mercúrio deixa Sagitário e começa sua caminhada através de Capricórnio na direção de Plutão, nos tornando mais fechados, introspectivos e até mesmo severos. Estaremos todos mais responsáveis com as palavras e a comunicação ganha ares de maturidade. As brincadeiras e a fluidez e rapidez na comunicação são retomadas somente daqui quatro semanas, com a entrada de Mercúrio em Aquário.

No mesmo dia 12, a Lua entra em sua fase Cheia em Câncer e, em tenso aspecto com Plutão, Urano e Júpiter, continua trazendo tensão e mudanças à humanidade como um todo. Tanto o inconsciente pessoal, quanto o coletivo, são mobilizados e transformações importantes acontecem no nível pessoal e coletivo.

No dia 20, o Sol deixa o signo de Capricórnio e começa a caminhar através de Aquário dando início a um ciclo mais leve. Processos mentais, que envolvem o aumento de conhecimentos, começam a fazer parte de nossas vidas. O estudo ganha força.

No dia 27, a Lua começa um novo ciclo em Aquário, chega totalmente livre de tensão e sentiremos um forte alívio, depois de muita tensão durante todo mês. A mente ganha supremacia e um novo ciclo se anuncia.

No dia 28, Marte deixa o signo de Peixes e começa sua caminhada através de Áries iniciando um novo ciclo astral. Marte em Áries é perigoso, pois a impulsividade e a agressividade, podem dominar os menos avisados. O mês termina com certa tensão no ar, pois estaremos todos preocupados com o que nos deixa infelizes e insatisfeitos e decididos a fazer mudanças significativas em nossas vidas, que começam somente em fevereiro.

Fonte: Especial para Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade