0

Entenda em 7 passos a decorar ambientes integrados

Quer ganhar mais espaço? Terra Decora ensina a dar mais vida aos ambientes integrados

27 jul 2015
10h40
atualizado às 11h31
  • separator
  • comentários

Na busca por mais espaço, a leitora do Terra Ione Lopes decidiu abrir mão da varanda e integrá-la à sala para criar um ambiente maior. A ideia saiu do papel, a obra terminou, mas ela ainda está insegura com o resultado por não saber exatamente como usar a decoração a seu favor para criar uma unidade.

Pois, o Terra Decora e a arquiteta Simone Fogassa, sócia do escritório Decor In, mostram passo a passo como não errar na hora de integrar ambientes.

Dúvida:
Gostaria muito da ajuda de vocês para decorar minha sala. Fiz a integração da sala com a varanda com o objetivo de ampliar o espaço, fico muito insegura quanto aos móveis adequados de forma que deixe minha sala aconchegante. Me ajudem por favorrrr!!!

Arquiteta explica que Ione pode apostar em mesa de jantar retrátil que pode ser usada quando necessário é dica para aproveitar melhor os espaços menores
Arquiteta explica que Ione pode apostar em mesa de jantar retrátil que pode ser usada quando necessário é dica para aproveitar melhor os espaços menores
Foto: vc repórter

Resposta:
Hoje, tem se tornado muito comum essa integração: em vez de dois espaços pequenos, deixamos apenas um que atenda ao morador com mais conforto!

1) Regras básicas
Pelas fotos, vimos que as principais modificações já foram feitas, como o nivelamento dos ambientes, o uso do mesmo piso para dar continuidade e o fechamento da varanda com vidros.

A partir do momento que esses passos foram dados, esqueça a obrigação de usar móveis de ambientes externos nessa área. Então, o primeiro passo deve ser descobrir o seu estilo e pensar em sua rotina.

Segundo arquiteta, Ione acertou nos principais detalhes na integração de ambientes: nivelamento dos ambientes, uso do mesmo piso para dar continuidade e fechamento da varanda com vidros
Segundo arquiteta, Ione acertou nos principais detalhes na integração de ambientes: nivelamento dos ambientes, uso do mesmo piso para dar continuidade e fechamento da varanda com vidros
Foto: vc repórter

2) Use a luz a seu favor!
Podemos começar pelas janelas: a cortina adequada ajuda a prevenir o envelhecimento dos móveis e do piso. No geral, é indicado o uso de um forro encorpado para segurar a claridade na hora de assistir TV, por exemplo. Agora, se o ambiente toma muito sol, indicamos uma cortina com proteção solar, que pode ser persiana rolo, persiana romana ou um painel. Com um pouquinho mais de ousadia, uma mistura de dois modelos pode dar certo. Por exemplo, uma cortina rolo simples com proteção solar e, na frente, uma cortina de tecido pregueada para decorar.

Avalie a intensidade do sol que bate no espaço que era a varanda para escolher a cortina ideal
Avalie a intensidade do sol que bate no espaço que era a varanda para escolher a cortina ideal
Foto: Spaço Interior Arquitetura / Divulgação

3) Aposte no verde
Para a área onde antes ficava a varanda, por ter maior incidência de luz, o uso de plantas na decoração é uma ótima opção! “Painéis verdes” podem ser lindos e práticos. Hoje, eles podem receber molduras em diversos acabamentos, como laca, madeira, inox, e ainda, em versões mais sofisticadas, possuem sistema de rega programada, garantindo que as plantas se mantenham bonitas sem dar muito trabalho.

Porém, o simples e bom vaso, com pequeno arbusto, ainda não saiu de moda , mas capriche na escolha dele, que agora vai ficar no “interior” da casa.

As plantas são muito bem-vindas nestes espaços integrados, especialmente quando envolve a varanda
As plantas são muito bem-vindas nestes espaços integrados, especialmente quando envolve a varanda
Foto: Divulgação

4) Crie um "canto"
Ainda para essa área, que tal torná-la um cantinho especial? Se você gosta de ler, pode criar uma estante de livros de um lado e, do outro, colocar uma poltrona linda, compacta e confortável, uma mesa lateral, um pufe de apoio para os pés e uma linda luminária de piso para auxiliar na leitura!

Se você quer um cantinho de relaxamento, futon, pufes e almofadões podem criar um ambiente perfeito para descansar depois de um dia de trabalho. Mas, lembre-se: independentemente da função escolhida, cores e materiais devem estar de acordo com todo o restante da sala.

5) Sofá, o rei!
Como a sua sala é pequena, o sofá deve ser bonito, confortável, mas pouco profundo. Aconselho que você fuja de materiais como o couro ou courino, principalmente em cores escuras, pois pode deixar a casa com cara de ambiente comercial.

Um sofá de menor profundidade é o ideal para ambientes menores; abuse de quadros e almofadas
Um sofá de menor profundidade é o ideal para ambientes menores; abuse de quadros e almofadas
Foto: Divulgação

6) Cuide das paredes
Para a TV, indicamos um painel para dar acabamento na parede, que está totalmente branca, e um rack com menos informações. Outra opção mais simples seria pendurar a TV na parede, pintar toda essa parte (que é menos profunda e vai até a abertura de porta) de uma cor mais escura, como um grafite ou um marrom café.

Manter um rack com menos informações e uma prateleira ou nicho acima da TV, para apoiar objetos decorativos e outros itens. A parede atrás do sofá pode receber um lindo papel de parede.

Rack mais clean e suporte de TV de cor diferente da parede são opções para espaços menores
Rack mais clean e suporte de TV de cor diferente da parede são opções para espaços menores
Foto: Divulgação
Uma ideia mais clássica de rack e suporte para TV
Uma ideia mais clássica de rack e suporte para TV
Foto: Divulgação

7) De olho nas medidas
Pela foto, parece que do outro lado você tem um espaço que pode ser usado como sala de jantar. É um ambiente bem pequeno e, se você realmente pretende usá-lo dessa forma, tenha muito cuidado com as medidas das mesas e das cadeiras.

A mesa deve ter um tampo pequeno e, de preferência, uma base central em vez de pés nos cantos. Escolha sempre as cadeiras mais “sequinhas”, que ocupam menos espaço quando ficam recolhidas. Uma dica para quem usa os outros lugares da mesa de jantar esporadicamente é deixá-la encostada na parede com um banco e, quando receber visitas, é só puxar a mesa que você terá mais lugares para os convidados. O único inconveniente dessa composição é a iluminação pendente (lustre), que deve ser evitada, já que vai ficar descentralizada quando a mesa sair da posição original.

O restante é dar vida a décor! Tapete, almofadas, quadros e objetos de decoração.

Fonte: Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade