0

ST Thomas

Visitante precisa de visto dos EUA para ir a Saint Thomas

  • separator
  • 0
  • comentários

Antes propriedades da Dinamarca, as ilhas Saint Thomas, Saint John e Saint Croix foram compradas pelos Estados Unidos em 1917, para servir de base de proteção ao canal do Panamá. Até hoje, o arquipélago, agora chamado Ilhas Virgens Norte-americanas, é um território não incorporado aos EUA. Brasileiros que visitam Saint Thomas, a ilha em que fica o aeroporto internacional e o porto de cruzeiros da região, precisam de um visto norte-americano, que pode ser pedido em um Consulado dos Estados Unidos no Brasil.

<p>Compradas pelos Estados Unidos em 1917, as Ilhas Virgens Norte-americanas, das quais Saint Thomas faz parte, exigem visto daquele país. Além disso, o dólar é a moeda circulante e o inglês, a língua oficial</p>
Compradas pelos Estados Unidos em 1917, as Ilhas Virgens Norte-americanas, das quais Saint Thomas faz parte, exigem visto daquele país. Além disso, o dólar é a moeda circulante e o inglês, a língua oficial
Foto: Yaromir/Shutterstock

Para quem for a passeio, o tipo requerido é o visto B-2. Se for viajar a negócios, é preciso o B-1, mas apenas se não receber remuneração de nenhuma fonte norte-americana. Para ambos, é preciso pagar uma taxa que custava US$ 160 em junho de 2013.

Nos dois casos é preciso preencher o formulário DS-160 pela internet, em inglês, que deverá ser impresso e entregue no consulado no dia da entrevista. Dica: salve frequentemente as respostas, pois há um tempo limite de preenchimento. Depois disso, agende uma entrevista no consulado no próprio site. O viajante precisa apresentar um passaporte válido por no mínimo seis meses, e uma foto 5x5. Leve, também, documentos que atestem recursos suficientes para cobrir as despesas relativas à viagem e à estadia nos EUA, e comprovante de residência no Brasil.

Todas as informações sobre visto podem ser encontradas no site do Consulado dos Estados Unidos no Brasil (http://portuguese.saopaulo.usconsulate.gov/ ou http://portuguese.riodejaneiro.usconsulate.gov/).

Por ser território norte-americano, a moeda corrente nas Ilhas Virgens Norte-americanas é o dólar, e a língua oficial, o inglês. Como Saint Thomas é destino de muitos imigrantes do resto do Caribe, encontram-se muitos falantes de francês e espanhol. O creole, dialeto local falado principalmente por afrodescendentes – que são a maioria da população –, é muito usado em situações informais.

Não existem voos diretos para Saint Thomas. A Delta, a American Airlines e a US Airways fazem viagens com uma parada para as Ilhas Virgens Norte-americanas, passando em cidades dos Estados Unidos como Atlanta, Miami ou Charlotte. O viajante chega ao Aeroporto Cyril E. King, que fica a apenas quatro quilômetros de Charlotte Amalie, capital de Saint Thomas.

O ideal para se locomover pela ilha principal do arquipélago é alugar um carro. O transporte público é bem deficiente, e os táxis são caros e de circulação muito reduzida durante a noite. O motorista, no entanto, tem de tomar muito cuidado. Ainda que as ilhas sejam norte-americanas, a direção dos carros e as mãos das vias de circulação são do estilo britânico, ou seja, invertidas em relação ao que os brasileiros estão acostumados.

Para quem quiser visitar Saint John ou Saint Croix, a melhor opção é pegar um ferry boat. Os mais aventureiros podem fazer o percurso de hidroavião – até porque as duas ilhas não tem aeroporto.

Fonte: PrimaPagina Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade