PUBLICIDADE

Cidade do México

Espetáculo com 200 bailarinos conta a história do México

ver comentários
Publicidade
Na jarana yucateca, casais fazem coreografias rápidas enquanto seguram um lenço na mão direita
Na jarana yucateca, casais fazem coreografias rápidas enquanto seguram um lenço na mão direita
Foto: Chang'r/Creative Commons

Quando visitar a Cidade do México, reserve um tempo para assistir ao espetáculo de dança mais famoso do país, o Balé Folclórico do México. Criado por Amalia Hernández, em 1952, o show é uma viagem pela cultura mexicana, apresentada por meio de 60 coreografias (a maioria inventada pela própria Amália) que fazem referência a diversos períodos da história do país, desde as tradição indígenas pré-hispânicas até passagens da Revolução Mexicana de 1910.

A ideia de criar uma companhia de dança começou com o trabalho realizado por Amalia na Academia Mexicana de Dança. No início, apenas oito dançarinos faziam parte do grupo. Ao longo dos anos, o Balé Folclórico se difundiu pelo país e, em 1959, quando o grupo se apresentou nos Jogos Pan-americanos realizados em Chicago, já contava com 50 componentes. Hoje, mais de 200 membros fazem parte do espetáculo.

Desde sua criação, o Balé Folclórico já visitou mais de cem países e 300 cidades. Tal sucesso é motivo de orgulho para os mexicanos, que consideram o show um tesouro nacional. Não à toa, Amália foi homenageada com o Prêmio Nacional das Artes, em 1992.

O espetáculo é uma representação do folclore mexicano, e envolve várias técnicas de danças clássicas e modernas, além de ritmos de todos as regiões do México. Durante as três horas de show – que chega a custar R$ 150 por pessoa –, não faltam roupas coloridas e coreografias elaboradas.

Dentre as principais coreografias estão a danza del venado, uma dramatização da caça aos veados utilizada pelos antigos indígenas; e a jarana yucateca, em que casais fazem coreografias rápidas enquanto seguram um lenço na mão direita. Além desses há outros números, como los hijos del sol, antiguos sones de Michoacán, el cupidito, fiesta veracruzana, los quetzales e avidad en Jalisco.

Atualmente, o espetáculo de Amalia é apresentado todas as quartas-feiras e domingos no Palácio de Belas Artes, teatro mais importante da Cidade do México, declarado Monumento Artístico pela Unesco em 1987.

Serviço
Palácio de Bellas Artes

Avenida Hidalgo 1, Centro
Tel.: 00xx 52 55 5512.2593
Entrada: R$ 150 (aproximadamente)

Fonte: PrimaPagina
Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade