PUBLICIDADE

Cidade do México

Cidade do México é a capital mais antiga das Américas

ver comentários
Publicidade

Em 1519, quando o conquistador espanhol Hernán Cortez chegou ao que hoje é a Cidade do México, aquela já era a maior metrópole do planeta. A diferença é que ela então se chamava Tenochtitlán, e era a capital do Império Asteca. Fundada em 1325, a cidade encantou os espanhóis, que, após derrotarem os nativos, fundaram ali a capital de sua mais importante colônia nas Américas. De lá para cá, ela nunca deixou de ser um dos maiores centros urbanos do mundo.  

Cidade do México: As riquezas da capital Mexicana:

Construída sobre os escombros de Tenochtitlán, a atual Cidade do México mistura o velho e o novo como poucos lugares no mundo. Andando por suas ruas e avenidas é possível ver os vestígios de uma pirâmide asteca, visitar o maior museu de história pré-hispânica do mundo, fazer um bucólico passeio de barco por um canal usado pelos povos nativos e conhecer um dos mais importantes centros financeiros da América Latina.

Localizada na região central do México, no chamado Distrito Federal, a região metropolitana da cidade é a terceira maior do planeta, com mais de 20 milhões de habitantes (8 milhões apenas na capital). Já era assim quando os espanhóis chegaram, e continuou sendo quando eles foram embora, depois que o México se tornou uma nação independente, em 1821. 

A mais rica do país
Com tantas atrações, é fácil entender por que o turismo é uma das principais fontes de renda do município, que recebe 12 milhões de visitantes por ano. Além disso, as empresas multinacionais instaladas no centro financeiro, no bairro de Santa Fé, também atraem bons investimentos para a cidade.

Atualmente, a capital mexicana é a oitava cidade mais rica do mundo, com um PIB de US$ 390 bilhões. A prosperidade contrasta com a situação econômica do resto do país: o PIB per capita da capital é 2,5 vezes maior que o mexicano.

Importante centro de negócios, a cidade também é um grande polo cultural. O município conta com 100 teatros e museus, 50 galerias de arte e mais de 1.400 monumentos espalhados pelo centro histórico.

A diversidade cultural é tamanha que até o idioma oficial do país, o espanhol, se perde em algumas partes da cidade. De acordo com o governo mexicano, fala-se mais de dez línguas na capital, entre elas o náhuatl, o otomí, o tlaxtalteca, o mixteca e o zapoteca, todos idiomas dos povos que viviam na região antes da chegadas dos colonizadores espanhóis.

Essas várias faces da Cidade do México podem ser vistas em alguns dos mais famosos bairros e regiões do município, como o centro histórico; Chapultepec, um dos maiores parques urbanos do mundo; Zona Rosa, um importante distrito de negócios e entretenimento; Coyoacán, onde fica a Cidade Universitária da Universidade Autônoma do México; Condesa e Roma, região com vários restaurantes, boates, pubs e lojas; e Del Valle, área de casas de classe média e de negócios.

Fonte: PrimaPagina
Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade