Turismo

publicidade
18 de outubro de 2013 • 14h17

Portal de comparação de preços de viagens é lançado no Brasil

 

O site de comparação de preços de viagens Trabber (trabber.com.br), líder na Espanha e América Latina, lançou seu portal brasileiro nesta sexta-feira no Brasil.

O serviço permite comparar os preços de passagens de avião, aluguel de carros e hotéis em mais de 85 portais e agências de viagens on line, sendo o único buscador de viagens do mundo que oferece preços do tipo "tudo incluído", com uma política de total transparência.

O "trabber.com" está presente em outros 12 países: EUA, Reino Unido, França, Alemanha, Itália, Espanha, Colômbia, Peru, Chile, Argentina, Venezuela e México

O serviço prevê firmar contato com mais companhias e agências brasileiras de viagens on line, a fim de desenvolver alianças neste mercado. Ele já inclui nas suas comparações de preços TAM, GOL, AZUL, além de Edreams, Decolar e Atrapalo.

Segundo o portal, França, EUA e Argentina são os destinos internacionais (de avião) preferidos dos brasileiros. Espanha, Portugal, Uruguai são os próximos na lista dos principais destinos.

"O Brasil se tornou um país de viajantes muito ativos, tanto dentro do país como na região, bem como na Europa e nos EUA, mas às vezes paga mais por suas passagens. Para que possam ser capaz de comparar preços de forma rápida e transparente, lançamos a nossa versão local do 'trabber.com' que é o 'trabber.com.br'. Desta forma ofereceremos um serviço mais personalizado e na moeda local aos brasileiros", destacou Oscar Frías, CEO e cofundador do Trabber.

O "trabber.com.br" permite que os viajantes comparem, e muitas vezes economizem centenas de reais, porque a mesma passagem para a mesma data pode ter uma diferença de até 60% de preços dependendo do portal que for adquirido.

Um exemplo é uma passagem entre São Paulo e Miami. Para a semana de 1º de dezembro pode variar entre R$ 2.046 e mais de R$ 4.500.

"O serviço leva a concorrência de preços aos mercados em que atua para beneficiar os viajantes", concluiu Frías.

EFE EFE - Agencia EFE - Todos os direitos reservados. Está proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita da Agencia EFE S/A.