'National Geographic' escolhe 20 destinos para 2012; confira

Pioneira na descoberta do mundo, a National Geographic sempre dá boas dicas de lugares diferentes e, muitas vezes, desconhecidos para a maioria. Por isso, a seleção de sua revista Travel deve ser levada em conta na hora de pensar no próximo destino.

São 20 sugestões de destinos para viajar em 2012. Confira:

Islândia
A Islândia é uma ilha afastada, a quase 1 mil km da Europa continental, onde paisagens imponentes e variadas se espalham por uma área de 100 mil km². Vales, fiordes, falésias, praias de areia negra, cachoeiras, geleiras, gêiseres e vulcões são apenas algumas das atrações desta nação insular. A duas horas de vôo de Londres, a capital Reykjavik é a porta de entrada para as belezas naturais deste país selvagem.

Koh Lipe, Tailândia
A Tailândia tem milhares de ilhas paradisíacas espalhadas pelo seu litoral. Algumas delas, como Koh Samui e Phuket, são muito conhecidas pelos turistas, mas também existem pequenos cantos mais preservados, como a ilha de Koh Lipe. Koh Lipe fica a 70 km do continente, perto da fronteira entre a Tailândia e a Malásia, e tem praias perfeitas, águas cristalinas com corais e cerca de 25 % das espécies de peixes tropicais do planeta.

Dresden, Alemanha
Dresden foi construída no século 18 para ser uma espécie de "Florença da Saxônia". Mas a cidade, com marcos como a igreja de Frauenkirche e um belo centro histórico, foi destruída por bombardeios durante a Segunda Guerra. Hoje, mais de setenta anos depois, Dresden se reergueu, foi reconstruída, e sua beleza à beira do rio Elba virou uma das maiores atrações turísticas da Alemanha.

Ístria, Croácia
Ístria é uma península do norte da Croácia, onde se encontram algumas das mais belas paisagens do litoral do país. A região é conhecida por sua gastronomia, com trufas, vinho branco e azeite, e pelo romantismo de suas pequenas cidades sobre o Adriático, como Rovinj. Ciclistas podem aproveitar mais de 3 mil quilômetros de trilhas, e o litoral tem praias, vistas estonteantes e inúmeros pontos para nadar e mergulhar.

Norte da Colômbia
O Parque Nacional de Tayrona e suas belas praias são um dos principais atrativos do norte da Colômbia, ponto de encontro entre o Caribe e a América do Sul. A bela cidade de Cartagena, considerada como uma das mais bonitas do continente, as ilhas do Rosário, e os vestígios arqueológicos da Cidade Perdida são outras opções que tornam a região muito interessante para os turistas.

Montanhas Virunga, Ruanda, Uganda e Congo
Situadas entre as fronteiras entre Ruanda, Uganda e Congo, as montanhas Virunga são uma cadeia de oito vulcões onde vida e desolação se encontram. Gorilas, chimpanzés, elefantes e outros animais selvagens vivem em meio a uma vegetação marcada por crateras de vulcões em atividade. A caminhada de cinco horas para subir o vulcão Nyiragongo tem como recompensa vistas maravilhosas sobre o maior lago de lava do planeta.

Costa Brava, Espanha
A Costa Brava é uma trecho de cerca de 200 km do litoral catalão que vai da cidade de Blanes até a fronteira com a França. Em meio às águas azuis do Mediterrâneo, a Costa Brava tem penhascos, belas paisagens, e dezenas de pequenas cidades como Girona ou Cadaquès, onde o pintor espanhol Salvador Dalí passava suas férias e se inspirava para suas obras.

Sonoma, Califórnia
Pessoas costumam unir as regiões vinícolas californianas de Napa e Sonoma como se elas fossem uma só. Mas além de suas mais de trezentas adegas, Sonoma tem um charme especial, com uma diversidade que torna sua visita em uma lembrança única. Os vinhos podem acompanhar um passeios pelo rio Russo ou pela bela reserva natural de Armstrong Redwood, e você pode terminar o dia com uma tradicional torta de maçã em algum dos pequenos restaurantes do centro da cidade.

Muskoka, Ontário
A vida selvagem está espalhada pela imensidão do território canadense. Mas muitas vezes as belezas naturais do país estão a uma curta distância de suas principais metrópoles. A duas horas de carro de Toronto, maior cidade do Canadá, o distrito de Muskoka tem mais de 1,6 mil lagos, com inúmeras cachoeiras e pequenas cidades com montanhas e ilhas como pano de fundo.

Omã
Enquanto outros países ricos da península Arábica constroem arranha-céus e shopping centers, Omã conserva um estilo diferente, criando teatros, óperas e jardins na capital, Mascate. Mas apesar de se diferenciar de seus vizinhos, Omã tem muito luxo, com hotéis para milionários, iates, e carros importados, ideais para passeios sobre as dunas do deserto que cobre boa parte do sultanato.

Londres
O ano de 2012 vai ser um ano muito especial para a capital inglesa. Londres receberá os Jogos Olímpicos, e vem se preparando para atender milhões de turistas com uma infra-estrutura renovada, com mais opções de hospedagem e melhoras no transporte público. E isto serve para os que vão visitar Londres a qualquer momento do ano, seja para os Jogos, ou evitando o agito do evento que será levado a cabo nos meses de julho e agosto.

Guatemala
Todos os anos, inúmeros turistas percorrem a América Central em busca dos vestígios da civilização maia. Na Guatemala, a antiga civilização encontra-se presente não só em ruínas arqueológicas como a antiga cidade de Tikal e suas pirâmides em meio à vegetação, mas também em cidades como Chichistenango, a três horas de carro da capital, onde mais de 95 % dos habitantes são indígenas. O mercado de Chichi tem colares, têxteis e máscaras artesanais, além de sons, sabores e cheiros diferentes que levam os visitantes à época dos maias.

Sri Lanka
Separado da Índia pelo estreito de Palk, o Sri Lanka é um país insular com belas praias, paisagens montanhosas e vestígios coloniais. Visitado principalmente por mochileiros e aventureiros, tem plantações de chá e florestas tropicais que fazem parte do Patrimônio Mundial da UNESCO.

Grécia
A Grécia é um destino que parece tomado por turistas em ilhas famosas como Mykonos ou Creta. Mas é importante conhecer este destino histórico de um jeito especial, sem cair nos circuitos dos cruzeiros, nem se conformar com os cartões postais mais conhecidos. O Peloponeso, com suas montanhas e mosteiros, mantém-se preservado do grande turismo e tem paisagens estonteantes, muita história, cultura, e também praias paradisíacas.

Belfast, Irlanda do Norte
Belfast, capital da Irlanda do Norte, é uma cidade que não costuma estar nos roteiros de viagens pela Europa, mas que surpreende positivamente os seus visitantes. Depois de três décadas de violência que terminaram em 1998, Belfast se transformou em uma capital dinâmica, com shows, museus, e uma vida cultural ativa. Em abril, uma grande exposição sobre o Titanic (construído em Belfast), será inaugurada para comemorar o centenário da mítica e trágica embarcação.

Nova Zelândia
A Nova Zelândia é uma terra de aventura, com mais de 15 mil km de litoral e todo tipo de paisagens: gêiseres, vulcões, florestas tropicais e praias, tanto na ilha norte quanto na ilha sul. Para aumentar a dose de adrenalina, o país é também um paraíso de esportes radicais de todo tipo: bungee jump, surfe, escalada, surfe e mountain bike são apenas algumas das modalidades que podem ser praticadas em meio às belas paisagens.

Panamá
Ponte entre a América Central e a América do Sul, o Panamá reúne a modernidade de sua capital, Cidade do Panamá, com as belezas naturais das praias do Pacífico e do Caribe. O arquipélago de Bocas del Toro, no Atlântico, é um dos destinos preferidos por turistas em busca de belas praias preservadas, ondas, e diversão. O Parque Nacional de Coiba, a 25 minutos de vôo da capital, recebe um máximo de 40 visitantes por dia e é um paraíso natural, com águas cristalinas ideais para mergulhadores.

Peru
Terra do Machu Picchu e da nascente do rio Amazonas, o Peru vem ganhando espaço nos roteiros turísticos por uma razão especial: sua gastronomia. Com o ceviche como estandarte, a gastronomia peruana é considerada como uma das melhores do mundo, e na capital do país, Lima, encontram-se restaurantes que representam a geografia do país: cozinha das montanhas, da selva e do litoral. Astrid y Gastón, restaurante do emblemático chef Gastón Acurio, é o queridinho dos críticos locais e internacionais.

Pittsburgh, Estados Unidos
Segunda maior cidade do estado da Pensilvânia, no nordeste dos Estados Unidos, Pittsburgh é contornada por três rios: o Ohio, o Monongahela e o Allegheny. O passado industrial da cidade deixou marcas, mas nos últimos 25 anos Pittsburgh se transformou em uma cidade moderna, com uma arquitetura diferente e embelezada pela paisagem dos rios.

Mongólia
Para os que querem fugir do mundo e se perder na vida selvagem, a Mongólia é o lugar indicado. Um dos países menos habitados do planeta, a Mongólia tem paisagens impressionantes e variadas, que passam da Sibéria e suas florestas nevadas, aos territórios áridos do Deserto de Gobe, que ocupa boa parte do país, passando por intermináveis estepes com vegetação rasteira. Dois terços dos habitantes da Mongólia são nômades, e a maioria do terço restante vive na capital, Ulan Bator.




'National Geographic' escolhe 20 destinos para 2012; confira
'National Geographic' escolhe 20 destinos para 2012; confira
Foto: Merten, Hans Peter/DZT / Divulgação
Fonte: Andrés Bruzzone Comunicação Andrés Bruzzone Comunicação
publicidade