Internacional

publicidade

Veja os 10 melhores lugares para viver após a aposentadoria

Barbados, no Caribe, está entre os melhores lugares para viver após a aposentadoria
Foto: Getty Images
 

A aposentadoria traz a oportunidade de mudar de vida. Para quem pensa em começar essa nova fase no exterior, o site britânico Telegraph selecionou 10 lugares pelo mundo considerando vários fatores, como o clima, custo de vida, habitantes e cuidados com a saúde. Confira a seguir.


Espanha: apesar de enfrentar uma crise financeira, o país tem a maior comunidade de expatriados da Europa e a menor taxa de criminalidade. Além de belas cidades como Madri e Barcelona, há paisagem rural da Catalunha e áreas protegidas pela UNESCO , como Toledo, Tenerife, Ibiza e Menorca.

Jamaica: também chamada de “ilha da fantasia”, a Jamaica tem paisagens de cair o queixo, comunidades amigáveis e flora e fauna deslumbrante. A temperatura média é de 27°C e o custo de vida é baixo, mas a pobreza e a violência são o ponto baixo do local.

Malta: localizada o Mar Mediterrâneo, Malta é pequena e densamente povoada. Com mais de 3.100 horas de sol por ano e uma temperatura média de 19°C, não é surpreendente que a região atraia muitos britânicos. Por isso, Malta é um dos destinos ideais para viver após a aposentadoria, mas o grande número de pessoas pode se tornar um problema futuramente.

Portugal: o país é famoso por sua rica história, infraestrutura em saúde e clima maravilhoso. Comparado a outros países da Europa, o custo de vida é mais baixo. Além disso, claro, os brasileiros não teriam dificuldade com o idioma local.

Austrália: muito mais que a região de cangurus, o país é conhecido pelo clima favorável e pessoas acolhedoras. Sem dúvida, o custo dos imóveis é alto, mas o serviço de saúde é barato e de qualidade, o que atrai muitos visitantes.

Barbados: essa ilha tem tudo o que você pode esperar do Caribe: sol, mar, areia e simpatia. Além disso, o imposto de propriedade é baixo e a temperatura média é de 26°C.

Estados Unidos: o seguro saúde é caro no país, mas o preço dos imóveis vale a pena, principalmente para quem vem do Reino Unido. O que também chama a atenção é o preço da gasolina barata e a variedade de atrações culturais.

Tailândia: os aposentados que buscam uma nova forma de vida podem encontrá-la neste destino. Com cidades movimentadas, grandes templos, gastronomia atraente e belas paisagens, a Tailândia tem custo de vida barato e atrai muitos visitantes.

Marrocos: uma combinação de influências romanas, islâmicas e europeias é vista em cidades como Marraquexe, Casablanca e Tânger. O clima temperado torna Marrocos propício para lista de quem pretende viver no exterior. Ainda assim, o país não abriga um grande número de expatriotas, talvez pela dificuldade de compra e venda de imóveis.

Grécia: embora a crise econômica continue terrível, este país ainda oferece um estilo de vida descontraído, com um clima excelente, cuidados com a saúde e um baixo índice de criminalidade. 

Terra Terra