Internacional

publicidade
29 de junho de 2012 • 12h00 • atualizado às 12h26

Saiba quais são os 25 pontos turísticos mais visitados da Europa

Os prédios mais populares estão divididos pela França, Itália, Inglaterra e Turquia
Foto: Paris Tourist Office/David Lefranc
 

A Europa encanta os turistas por seu estilo, sua vibração e, claro, seus numerosos monumentos e construções. O site americano de viagens Travel and Leisure elaborou a lista dos 25 monumentos mais visitados do Velho Continente. A seleção é dominada por países famosos entre os turistas como França e Itália, mas há espaço para outros não tão comuns como Turquia. Castelos, museus, igrejas e até um parque temático integram essa variada lista.

Grande Bazar, Istambul, Turquia
Construído no século XV, o Grande Bazar de Istambul é um dos maiores e mais antigos mercados do planeta. Cerâmicas pintadas à mão, tapetes coloridos, joias e diferentes artesanatos são alguns dos produtos encontrados aqui, onde turistas ainda podem degustar delícias da gastronomia turca.

Catedral de Notre Dame, Paris, França
Rodeada pelas águas do Rio Sena, no coração de Paris, a Catedral de Notre Dame é uma obra-prima da arquitetura gótica que impressiona milhões de turistas anualmente, tanto pela sua beleza exterior quanto interior. A igreja foi construída ao longo de quase duzentos anos, sendo completada em 1345.

Disneyland Paris, Marne-la-Valée, França
Quando o primeiro parque da Disney da Europa foi inaugurado, em 1992, muitos franceses reclamaram desta “invasão americana”. Hoje, o Disneyland Paris, situado na verdade em Marne-la-Vallée, a cerca 30 km da capital francesa, é uma das principais atrações turísticas do continente, com dois parques, numerosos hotéis e muitos brinquedos, como Space Mountain e Piratas do Caribe.

Basílica de Sacré-Coeur, Paris, França
Além de ser um lindo cartão-postal da cidade, a basílica de Sacré-Coeur tem uma das melhores vistas sobre Paris. Construída entre 1875 e 1914, a igreja encontra-se no topo da colina de Montmartre, uma dos pontos mais elevados e charmosos da capital.

Museu do Louvre, Paris, França
Atraídos por obras famosíssimas, como a Mona Lisa e a Vênus de Milo, entre mais de 35 mil obras de arte, turistas do mundo inteiro fazem do Museu do Louvre o mais visitado do planeta. Simbolizado por suas polêmicas pirâmides de vidro de visual muito moderno, erguidas em 1989, o Louvre é um sonho para qualquer amante de arte, história e cultura.

Basílica de São Pedro,  Vaticano
Além de ser um dos maiores e mais sagrados sítios católicos, a basílica de São Pedro é também uma das principais atrações turísticas da Europa. Colunas de mármore, ornamentos em ouro, pinturas de anjos, estátuas, e trabalhos de importantes artistas do Renascimento, como Michelangelo e Bernini, são alguns dos atrativos da bela basílica situada na cidade-estado do Vaticano.

Coliseu, Roma, Itália
Quando foi terminado, no ano 80 d.C.,  o Coliseu de Roma era uma arena com capacidade para 50 mil espectadores, onde os habitantes da cidade se juntavam para ver peças de teatro, lutas mortais entre gladiadores e até combates navais. Hoje em dia, o monumento é um dos mais incríveis vestígios do império romano e atrai turistas do mundo inteiro.

Torre Eiffel, Paris, França
Nenhum monumento no planeta simboliza tanto uma cidade quanto a Torre Eiffel representa Paris. Quando a torre de 324 metros de altura foi erguida, em 1889, os habitantes da capital francesa não gostaram nem um pouco de ver esta estrutura futurista em meio à arquitetura clássica da cidade. Hoje, a obra de Gustave Eiffel é inseparável da Cidade Luz e a vista de seu topo é simplesmente estonteante.

Catedral de Colônia, Colônia, Alemanha
Monumento gótico completado em 1880, a Catedral de Colônia demorou mais de seis séculos para ser construída. O resultado é uma obra impressionante, com interiores imponentes com grandes arcas, colunas e torres com vista sobre a cidade e o rio Reno.

Santuário de Lourdes, Lourdes, França
Em 1858, uma garota de 14 anos chamada Bernadette Soubirous teve visões da Virgem Maria na Gruta de Massabielle. Em seguida, outros milagres foram atribuídos às águas termais da gruta. Mais tarde a área foi transformada em um santuário católico com duas basílicas, três museus e nove capelas, e hoje é um importante ponto de congregação religiosa.

Santuário do Padre Pio, San Giovanni Rotondo, Itália
Construída nos anos 50, a igreja de Santa Maria delle Grazie, na cidade de San Giovanni Rotondo, no litoral leste da Itália, tem o corpo preservado do Padre Pio, um santo muito venerado. A igreja, junto com a igreja de Pelerinagem do Padre Pio, terminada em 2004, atrai milhões de fiéis e curiosos anualmente.

Palácio de Versalhes, Versalhes, França
O Rei Luís XVI não pensou pequeno na hora de mandar transformar sua propriedade de caça em centro do poder da realeza francesa. Situado a cerca de 40 minutos de trem de Paris, o Palácio de Versalhes é uma fastuosa construção que mostra a través de muitos detalhes e belos jardins a extravagância dos reis da época.

Museu Britânico, Londres, Inglaterra
Fundado em 1753, o Museu Britânico tem mais de 7 milhões de objetos de diferentes origens, como a Pedra de Roseta (que permitiu decifrar a escrita do egípcios) e os frisos do Partenon de Atenas. A entrada do museu, um dos mais importantes do planeta, é gratuita, ideal para os turistas de passagem em Londres.

Basílica de São Marcos, Veneza, Itália
Obra-prima com cinco cúpulas e impressionantes mosaicos e paredes, arcas, colunas e solos com muitos detalhes dourados, a Basílica de São Marcos é um bom exemplo de arte bizantina. A beleza da basílica faz dela o monumento mais visitado de Veneza, uma das cidades com mais turistas da Europa.

Basílica de São Francisco de Assis
Erguida no século XIV no centro da Itália, a Basílica de São Francisco de Assis tem frescos pintados pelos maiores artistas da época. As duas igrejas situadas no topo de uma colina, além da cripta com o corpo intacto de São Francisco de Assis atraem peregrinos do mundo inteiro.

Fórum Romano, Roma, Itália
Centro social, comercial e político de Roma por mais de 1200 anos, o Fórum é hoje um impressionante vestígio do Império. Muitos dos turistas de passagem pela capital romana aproveitam para conhecer estas ruínas de templos, edifícios de governos e colunas que mostram a grandiosidade do império há cerca de 2 mil anos.

Tate Modern, Londres, Inglaterra
Desde sua abertura no ano 2000, o Tate Modern se transformou rapidamente num dos museus de arte moderna mais importantes do planeta. Situado ao lado do rio Tâmisa, este museu de Londres tem obras de artistas como Dalí, Matisse e Magritte.

Mesquita Azul, Istambul, Turquia
Seis minaretes, cúpulas e mosaicos, com interiores de colunas, arcos e domos, integram a beleza da Mesquita Azul de Istambul. Situada frente à Hagia Sofia, a Mesquita Azul foi construída no século XVII e é um dos principais marcos turísticos da cidade turca.

National Gallery, Londres, Inglaterra
A rica coleção de arte européia dos séculos XIII a XIX, o ingresso gratuito e a localização privilegiada, sobre Trafalgar Square, fazem da National Gallery  um dos museus mais visitados da capital inglesa. Obras de artistas como Van Gogh, Boticelli e Gauguin são algumas das que podem ser apreciadas pelos visitantes.

Museus Vaticanos, Vaticano
O que começou como um grupo de esculturas juntadas pelo Papa Júlio II no século dezesseis é hoje uma das maiores coleções arte do planeta. Trabalhos de Rafael, Caravaggio e Michelangelo fazem parte do acervo dos Museus Vaticanos, grupo de museus e instituições culturais da Santa-Sede.

Museu de História Natural, Londres, Inglaterra
Situado no bairro de South Kensington, o Museu de História Natural de Londres tem mais de 70 milhões de itens, incluindo diversos espécimes coletados por Charles Darwin. Originalmente, a coleção era parte do Museu Britânico, mas o ganhou seu próprio espaço em 1881.

Capela Sistina, Vaticano
O teto da Capela Sistina foi pintado por Michelangelo e é uma das maiores obras-primas do artista, com a Criação, Adão e mais de trezentas outras figuras. Outros mestres do Renascimento, como Botticelli, Perugino e Rosselli contribuíram para fazer desta maravilhosa capela do Vaticano uma galeria de arte única, muito visitada por turistas.

Centro Pompidou, Paris, França
Com um design moderno e muito inovador para o que era Paris em 1977, o Centro Pompidou é hoje um dos principais centros culturais da capital francesa. O museu recebe exposições, projeções de filmes e conta com uma biblioteca e um restaurante no topo, com uma linda vista sobre Paris.

Museu d’Orsay, Paris, França
Situado na margem esquerda do rio Sena, o Museu d’Orsay abriu em 1986 e tem uma das maiores coleções de arte impressionista do mundo. Além da riqueza de suas obras, o museu se destaca pela beleza do edifício de estilo “Beaux-Arts” em que foi instalado.

Hagia Sofia, Istambul, Turquia
Erguida inicialmente no ano de 537 como basílica, Hagia Sofia foi transformada em mesquita em 1453, quando minaretes foram adicionados. Hoje, a bela construção é um museu, e impressiona por sua grandeza e seu gigantesco domo.

Terra