PUBLICIDADE

Patrimônio Mundial da Unesco inclui 19 novos lugares em sua lista

Destinos na Índia, Alemanha, China, Itália e Japão estão na lista de locais que se destacam pela beleza e importância cultural

Compartilhar
Exibir comentários

O Patrimônio Mundial da UNESCO ajuda a proteger e valorizar diferentes locais  do mundo que se destacam pela importância histórica e cultural, além das belezas naturais. Recentemente, novos destinos foram inscritos nesta lista: confira 19 listados pelo site Travel and Leisure.

1) Universidade de Coimbra, Portugal

Fundada em 1290, a Universidade de Coimbra  é uma das mais antigas a funcionar continuamente até hoje. Desde sua criação, a universidade cresceu no centro da cidade portuguesa e inclui hoje a Catedral de Santa Cruz, o Palácio Real de Alcáçova e diferentes construções do século 16.

2) Terraços de Arroz de Honghe Hani, China

Ao longo dos últimos 1.300 anos, o povo dos Hani, no sul da China, vem usando um sofisticado sistema de canais para levar a água das montanhas de Ailao até os terraços situados abaixo dela. Os Hani ainda vivem em casinhas entre as montanhas e os terraços, região que tem um visual incrível e colorido.

3) Estação Baleeira de Red Bay, Canadá

No século 16, imigrantes bascos a bordo de 15 navios baleeiros se dirigiram para a região de Newfoundland, na costa do Canadá. Hoje, um sítio arqueológico funciona como registro da época e da tradição trazida da Europa na Estação Baleeira de Red Bay.

4) Mar de Areia Namib, Namíbia

Deserto mais antigo do planeta, o Mar de Areia Namib se estende ao longo de quase dois mil quilômetros pela costa da Namíbia. As imponentes dunas de areia dominam o panorama e criam um lindo visual tendo o Atlântico como pano de fundo.

5) Cidade Histórica de Levuka, Fiji

Antiga capital de Fiji, Levuka se desenvolveu no século 19 como ponto de comércio com europeus e americanos. A arquitetura da cidade representa a herança de um dos raros casos de integração entre populações nativas e colonos no arquipélago.

6) Villas e Jardins Médici, Itália

Durante os anos do Renascimento, toda família rica de Florença tinha propriedades rurais nos arredores da cidade. E a poderosa família Médicis não era exceção: hoje, 12 vilas e seus incríveis jardins funcionam como registro de sua opulência.

7) Reserva da Biosfera de El Pinacate e Gran Desierto de Altar, México

Situada no noroeste do México, na fronteira com os Estados Unidos, a Reserva da Biosfera de El Pinacata e Gran Desierto de Altar abriga diferentes maravilhas naturais dentro de seus mais de 700 mil hectares. Grandes dunas, áreas desoladas e um vulcão adormecido são algumas das belas paisagens encontradas na região.

<p>Tserkvas de Madeira, Pol&ocirc;nia e Ucr&acirc;nia</p>
Tserkvas de Madeira, Polônia e Ucrânia
Foto: Wikicommons

8) Tserkvas de Madeira, Polônia e Ucrânia

As raízes em comum da Polônia e da Ucrânia ressurgem em forma de estruturas de madeira conhecidas como Tserkvas. Estas  belas construções encontradas na região dos Cárpatos são construídas em três partes que honram a Santíssima Trindade.

9) Fortes do Rajastão, Índia

No coração das montanhas de Aravalli, na região indiana do Rajastão, seis fortes ilustram o poder dos príncipes da região entre os séculos 8 e 17. As muralhas defensivas incorporam defesas naturais como colinas e rios e protegem templos e palácios.

10) Al Zubarah, Qatar

Muitos anos antes de ter sua economia carregada pelos petrodólares, o Qatar era um importante exportador de pérolas. Construída no século 17, Al Zubarah era uma cidade fortificada que funcionava como porto de extração e comércio de pérolas. Hoje, seus vestígios contam em imagens a história da época.

11) Monte Fuji, Japão

Símbolo do Japão, o Monte Fuji não é só um belo cartão-postal, mas também um ponto de inspiraçào artística e espiritual, especialmente para os budistas. Com seu topo frequentemente nevado, o Fuji oferece muitas belezas para quem encara a sua subida.

12) Bergpark Wilhelmshöhe, Alemanha

Criado no final do século 17 na cidade de Kassel, no centro da Alemanha, o Bergpark Wilhelmshöhe é um dos mais belos parques da Europa. Situado no topo de uma colina, o parque tem quedas d’água, fontes e estátuas que criam um charme especial.

<p>Centro Hist&oacute;rico de Agadez, N&iacute;ger</p>
Centro Histórico de Agadez, Níger
Foto: Getty Images

13) Centro Histórico de Agadez, Níger

No sul do deserto do Saara, a cidade de Agadez foi fundada no século 15 e se tranformou em ponto de passagem das caravanas de nômades. Hoje, esta cidade do Níger é um importante registro histórico e tem construções de barro como destaque. 

14) Monte Etna, Itália

Situado no litoral leste da Sicília, perto das cidades de Messina e Catania, o Monte Etna é um dos vulcões mais ativos do mundo e o vulcão ativo mais alto da Europa. Além de ser um belo cartão-postal, o Etna é um ótimo ponto para turistas e aventureiros que querem observar o impressionante espetáculo das erupções vulcânicas.

15) Parque Nacional de Pamir, Tajiquistão

O Parque Nacional de Pamir protege cerca de 18% do território total do Tajiquistão, país da Ásia Central. Frequentemente afetado por terremotos, o parque tem magníficas paisagens em meio às montanhas e abriga uma importante biodiversidade, com animais como o leopardos das neves.

16) Palácio de Golestan, Irã

Construído originalmente no século 16 em Teerã, capital do Irã, o Palácio de Golestan foi transformado em sede do governo do país três séculos mais tarde. O complexo, monumento mais antigo da cidade, é composto por oito construções principais rodeadas de belos jardins.

17) Sítios Históricos de Kaesong, Coréia do Norte

Antigo território da Coréia do Sul, hoje situado na zona desmilitarizada da Coréia do Norte, os Sítios Históricos de Kaesong floreceram durante a dinastia de Koryo, entre os séculos 10 e 14. As belas ruínas da região encantam os raros visitante com os restos da antiga cidade e do Palácio de Manwoldae.

18) Tauric Chersonese, Ucrânia

Antiga cidade grega às margens do Mar Negro, Tauric Chersonese tem vestígios de suas construções do século cinco a.C.. Situada na atual Ucrânia, a antiga cidade entrou no Patrimônio da UNESCO por sua beleza, mas também por sua importância histórica no nascimento da democracia.

19) Xinjiang Tianshan, China

Imensa cordilheira chinesa, Xinjiang Tianshan cobre uma área de 606 mil hectares com diferentes paisagens que vão de verdes florestas e lagos cristalinos a grandes geleiras e picos nevados. Dois terços dos leopardos das neves que habitam no planeta encontram-se na Cordilheira de Xinjiang Tianshan.

Fonte: Andrés Bruzzone Comunicação Andrés Bruzzone Comunicação
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade