Vida e Estilo » Turismo » Exterior » Exterior

 Aventure-se nas lindas paisagens do deserto de Atacama

Comentários
 
San Pedro é considerada a capital arqueológica do Chile . Foto: Fabiana Bertone/Divulgação

San Pedro é considerada a capital arqueológica do Chile
Foto: Fabiana Bertone/Divulgação

Numa das regiões mais áridas do planeta e cercada por paisagens surpreendentes, muito perto da fronteira com Argentina e Bolívia, fica a cidade chilena de San Pedro de Atacama. O pequeno vilarejo, que foi o centro da cultura atacameña, anterior aos incas e, claro, aos espanhóis, vive uma efervescência especial desde que foi descoberto como ponto de partida para as maravilhas da região e começou a povoar-se com gente vinda de todos os cantos do Planeta. Hoje a população é um misto de raças, cores e línguas, entre locais, recém-chegados e turistas. Tem menos de cinco mil habitantes e fica a 1870 km da capital chilena, Santiago.

» Veja mais fotos
» Siga Vida e Estilo no Twitter
» vc repórter: mande fotos e notícias
» Chat: tecle sobre a notícia

O que motiva tanta agitação é a oferta de experiências únicas disponíveis em Atacama. Por exemplo, o passeio pelo imenso salar, com lagunas que espelham o céu e flamingos que passam o dia rascando o fundo de barro salgado para comer uns pequenos crustáceos - certamente, algo que dificilmente se imaginaria encontrar no meio do deserto mais árido do mundo e a 2,6 mil metros acima do nível do mar. Ou a trilha pelo Valle de la Luna, área marcada pelas curiosas formações geológicas - inevitável pensar em vistas de planetas estranhos como Marte. Ou a visita aos Gêiseres del Tatio, local de difícil acesso onde a terra acorda, ao nascer o sol, jorrando jatos de água e nuvens de vapor. E, no meio de tantas maravilhas naturais, os vestígios das culturas originárias, visíveis em locais como a aldeia Tulor, e misturadas com a presença da Espanha conquistadora, com igrejas como a de Toconao, ou construções como a Casa de Pedro de Valdivia, fundador de Santiago e governador do Reino de Chile - onde funciona uma loja de lembrancinhas.

Considerada Capital Arqueológica do Chile, San Pedro conta com o Museo Arquelógico R.P.Gustavo Le Paige, onde é possível conhecer a história da região. Aqui ficaram expostas por muitos anos algumas das múmias mais bem preservadas do continente; foram retiradas recentemente a pedido das comunidade locais, que viam na curiosidade dos turistas uma afronta para com seus antepassados.

Opções de hotel não faltam por aqui: desde os mais simples hostels, preferidos pela turma mais jovem, lotados de mochileiros, aos luxuosos Explora e Kunza. Entre eles, uma opção confortável e de preço razoável é o Aldeia, um pouco afastado do barulho do centro. Por menos de R$200 a noite para um casal, tem-se direito a um quarto bem agradável, com jacuzzi e TV de plasma por não falar da piscina, todo um luxo considerando a aridez do entorno. A culinária não é o ponto forte de San Pedro, mas também não deixa a desejar. Há pizzarias e bares, e para quem quer algo um pouco mais sofisticado tem La Casona, Adobe e Blanco, com comida típica chilena e alguns pratos com maior ambição que fortuna.

Chega-se de ônibus desde Antofagasta (são pouco mais de 300 km de deserto) ou de avião até Calama, que fica a 100 km.

Especial para Terra
 
 
 
Últimas »