1 evento ao vivo

Veja 10 dicas para escala na misteriosa Penang, na Malásia

29 mai 2014
08h00
  • separator
  • comentários

Apesar de ser pequeno, o segundo menor da Malásia, o estado de Penang é o oitavo mais populoso. Desde muito cedo foi um ponto turístico importante no país e um dos portos mais visitados por cruzeiros na Ásia. Com uma herança cultural muito grande devido aos diversos migrantes que o local recebeu ao longo de sua história, possui grande quantidade de atrações, desde templos religiosos a prédios governamentais e estruturas militares. Veja 10 atividades para fazer em uma escala em Penang.

<p>Penang apresenta cultura e história para cruzeiristas</p>
Penang apresenta cultura e história para cruzeiristas
Foto: Shutterstock

Khoo Kongsi - Uma das primeiras casas de clâs imigrantes da província chinesa de Hokkien chegaram em Penang e construíram casas magníficas. Uma das cinco ainda está de pé em Georgetown, capital de Penang, a Khoo Kongsi, que parece uma mini vila. Nela há dragões, fênix, animais míticos e várias cenas de lendas chinesas excluídas.

Kek Lok Si - Também chamado como o Templo da Suprema Benção, o Kek Lok Si é conhecido como o maior templo budista no sudeste da Ásia. Localizado em Air Itam, foi construído a partir de 1893 e acredita-se que as colinas no entorno formam a harmonia perfeita em feng shui para um templo.

Cheong Fatt Tze Mansion - Construída nos anos 1880, essa casa chinesa azul foi a residência de Cheong Fatt Tze, uma proeminente figura chinesa em Penang durante o século XIX. A mansão foi construída por um especialista chinês levado para a estado especialmente para isso. Nela existem 38 quartos, cinco jardins pavimentados com granito, sete escadarias e 220 janelas.

Batu Ferringhi Beach - Uma das praias mais famosas de Penang é a Batu Ferringhi, na parte noroeste de Georgetown. Rodeada de resorts, a praia oferece exportes como wind surf e canoagem, além de parasail. Durante a noite é montado um bazar ao ar livre.

Fort Cornwallis - Este forte é um dos pontos históricos mais conhecidos de Penang e foi batizado em homenagem ao governador-geral de Bengal no final dos anos 1700, Charles Cornwallis. Os muros altos são dispostos em formato de estrela e dentro dele podem ser observadas estruturas originais construídas há mais de 100 anos como uma capela, celas, local para armazenagem de munição, canhões de bronze entre outros.

Clock Tower - A torre do relógio em homenagem ao Jubileu de Diamantes da Rainha Victória foi um presente para Penang do milionário Cheah Chen Eok em 1897. Com cerca de 60 pés (18 metros) de altura, foi erguida com 1 pé para cada ano da rainha, que faleceu no ano em que a construção foi finalizada, 1920.

Penang National Park - Menor parque nacional na Malásia, com 2.562 hectares, o Penang National Park é lar de 46 espécies de pássaros. A área se tornou parque nacional em 2003 e até então era conhecida como Pantai Acheh Forest Reserve.

City Hall - A prefeitura de Penang foi construída originalmente em 1903 em virtude da necessidade de mais espaço ao adjacente Town Hall. Sua arquitetura é baseada no barroco eduardiano e o prédio é listado como monumento nacional desde 1982.

Templo do Buda Reclinado - Este templo Thai pode ser visto de Batu Feringghi e é conhecido também como Buda Adormecido pelos moradores. Entre os destaques do prédio religioso está a escultura de 33 metros de comprimento do Buda deitado, uma das maiores do mundo. A construção do templo aconteceu em 1845 em uma área de 5 acres (2 hectares) presenteada pela Rainha Victória à comunidade Thai.

Culinária - A cozinha malaia é influenciada por diversas culturas, devido às várias migrações. Assim a culinária do país é mesclada com a chinesa, indiana, tailandesa e árabe, o que confere aos seus pratos muitos sabores distintos. Entre os pratos tradicionais está o nasi lemak, um arroz cozido com leite de coco servido com anchovas fritas e uma série de outros acompanhamentos.

Veja roteiros:

Viagem de 5 noites - Cruzeiro a bordo do Mariner of the Seas, da Royal Caribbean International, com partida de Cingapura em 12 de novembro. Escalas em Penang e Langkayi, na Malásia, e Phuket, na Tailândia. Preços a partir de R$ 1.219 por pessoa, mais taxas.

Viagem de 13 noites - Cruzeiro a bordo do Azamara Quest, da Azamara Club Cruises, com partida de Chennai, na Índia, em 9 de dezembro. Escalas em Port Blair, nas ilhas Andaman, na Índia, Yangon, em Mianmar, Phuket, na Tailândia, Langkawi, Penang e Kuala Lumpur, na Malásia, e Cingapura. Preços a partir de US$ 3.749 por pessoa (R$ 8,3 mil), mais taxas.

Canarinho Press

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade