Com a equipe pronta, João Zwetsch projeta até 5 medalhas no Pan

09 de setembro de 2011 • 17h13 • atualizado às 17h13
João Zwetsch dirige o Brasil no Pan de Guadalajara
João Zwetsch dirige o Brasil no Pan de Guadalajara
09 de setembro de 2011
Divulgação/Divulgação

O capitão da equipe brasileira de tênis, João Zwetsch, confia no bom retrospecto do País nas últimas duas edições dos Jogos Pan-Americanos para fazer as suas conjecturas de pódio em Guadalajara.

Mesmo sem Thomaz Bellucci, o principal tenista brasileiro em atividade, Zwetsch crê que é possível seguir a sina de vitórias no competição - o Brasil foi ouro com Fernando Meligeni, em Santo Domingo 2003, e Flavio Saretta, no Rio de Janeiro 2007. "Da forma como planejamos temos possibilidade de trazer até cinco medalhas para o Brasil, formatando a equipe de forma que ela renda nas provas de simples, dupla e até tenha uma possibilidade de dupla mista."

O Brasil vai à Guadalajara com Ricardo Mello, João Souza "Feijão", Rogério Silva, Ana Clara Duarte, Vivian Segnini e Teliana Pereira.

Terra
 
Enviar para amigos
Fechar por:
Enviar para amigos
Fechar por:

Imprimir

Fechar