Angra: encontrados mais dois corpos de vítimas de deslizamento

05 de janeiro de 2010 • 15h43 • atualizado às 17h12
Ainda são visíveis as destruições causadas pelo deslizamento no Morro da Carioca
Ainda são visíveis as destruições causadas pelo deslizamento no Morro da Carioca
05 de janeiro de 2010
Francisco de Assis/Especial para Terra

Francisco Assis
Direto de Angra dos Reis

Os corpos de mais duas vítimas do deslizamento que atingiu a Enseada do Bananal, na Ilha Grande, em Angra dos Reis, no Rio de Janeiro, foram encontrados pelas equipes de resgate por volta das 16h desta terça-feira. Segundo informações da assessoria da prefeitura de Angra dos Reis, ainda não foi feita a identificação dos corpos. A Defesa Civil afirmou que os corpos são de duas mulheres.

Com isso, sobe para 52 o número de mortes provacadas pela chuva durante o feriado de Ano-Novo no municípo do sul fluminense.

"Foram dois corpos encontrados. São duas mulheres mas não se sabe a idade ainda. Não dá para dizer se são jovens ou idosas. O que sabemos é que pelo sexo são mulheres", afirmou o doutor, perito legista do Instituto Médico Legal (IML) de Angra dos Reis, Luis Romero.

Ainda, de acordo com informações do IML, os corpos serão transportados para o IML do Rio de Janeiro, onde será realizado o reconhecimento das vítimas. "Como havia duas mulheres que estavam desaparecidas, existe a hipótese de que elas sejam identificadas pelos familiares nas próximas horas. Por isso não ficarão aqui e serão levadas para lá", disse Luiz Romero.

Segundo o legista, uma das vitimas pode ser de São Paulo. "Pelo que sabemos, conforme as informações que nos foram passadas, uma delas pode ser de Arujá", afirmou o legista.

Os corpos encontrados na tarde de hoje estavam no mar e foram recolhidos pelo Corpo de Bombeiros. "As vitimas estavam no mar. Não posso dizer ao certo se estavam boiando ou submersas. Mas pelo que chegou para gente, elas estavam dentro da água", concluiu o doutor perito do Instituto Médico Legal de Angra dos Reis.

Os bombeiros prosseguem as buscas por pelos menos mais dois corpos em Angra dos Reis: o de uma menina, no Morro da Carioca, e de uma mulher, em Ilha Grande.

Tragédia em Angra
Deslizamentos de terra causaram dezenas de mortes na madrugada do dia 1º em Angra dos Reis, no Rio de Janeiro. No centro de cidade, uma encosta cedeu e deslizou por cima de casas no Morro da Carioca. Na Ilha Grande, o deslizamento por conta das chuvas durante a madrugada encobriu a pousada de luxo Sankay, lotada de turistas, e mais sete casas, na enseada do Bananal. Cerca de 120 homens da Defesa Civil, dos Bombeiros e da Marinha participam do resgate.

Redação Terra
 
Enviar para amigos
Fechar por:
Enviar para amigos
Fechar por:

Imprimir

Fechar