Feng Shui

publicidade
31 de julho de 2013 • 20h27

Feng Shui: saiba se dá para escolher entre amor, paixão e tesão

Paixão, tesão ou amor são sentimentos que devem ser vivenciados
Foto: Getty Images
 

Quem não se lembra daquele programa do Silvio Santos em que as meninas iam ao palco para encontrar um par romântico e, depois de muito “xaveco”, o Silvio perguntava ao casal: “namoro ou amizade?” Hoje em dia, ele poderia fazer um programa para encontro de casais e no final perguntar: " tesão, paixão ou amor?”. E ai alguém pergunta: “mas não são a mesma coisa?”. Não, não são mesmo. Podemos ter uma atração muito forte por alguém que muitos chamam de tesão. Podemos ter uma paixão por alguém, que pode ser platônica (se bem que está meio em baixa), ou ainda algo de pele, muito forte com muito tesão. E, podemos amar alguém e ter ou não tesão por ela. Além de outras combinações possíveis entre amor, paixão e tesão que nem eu mesmo saberia explicar.

Mas o que importa é que estes estados emocionais são ótimos para serem vivenciados e devem nos fazer bem. Mas, se faz bem, por que as pessoas complicam ou sofrem tanto por amor e paixão? Sofrem pelas escolhas que fazem na vida amorosa e suas consequências. Suponha, só suponha, que você tem um relacionamento legal e sério com alguém que você ama. Mas, no meio do caminho, você conhece alguém que mexe com você. Tem muita atração e fica apaixonada. É tesão e paixão puros. Mas você sabe que se houver qualquer envolvimento pode vir a ser só uma aventura.

Ai vem à pergunta: devo trocar um relacionamento certo por uma paixão? Devo esquecer o tesão pelo amor? Fico com os dois ou não? Qual e a escolha que devo fazer? A resposta certa para esta pergunta é: "vai da consciência de cada pessoa". No mundo do amor, tesão ou paixão não há logica. São emoções e sentimentos que fazem as pessoas viverem, amarem e sofrerem. Estes estados de afeto não devem ser evitados e, sim, vivenciados, pois fazem parte do nosso crescimento como pessoa e fazem bem para nossa mente e coração.

No entanto, devemos escolher o que queremos viver e saber as consequências de cada uma dessas experiências. Paixão e tesão são ótimos estímulos para nossa autoestima. Faz bem para a pessoa ter tesão por alguém e ser correspondido.

Quando vivemos uma paixão nossos olhos brilham e nossa pela fica mais bonita. Há um perfume que exala do corpo dos apaixonados que atá hoje as empresas de perfume tentam reproduzir sem muito sucesso. Quando nos envolvemos com alguém com paixão e tesão, estamos sempre próximos aos céus. O paraíso mora lá em casa nestas horas. Tudo é lindo e maravilhoso. Vale a pena viver esta paixão e tesão? Claro que vale.

Desde que você esteja livre, vá viver esta paixão. Porque viver uma paixão e, ao mesmo tempo, estar com um parceiro que você fala que ama, isto é traição. Dizem que quem ama não trai. Mas, se você trai é porque sua relação amorosa não está forte, não há tesão ou porque você não ama tanto assim.

Se você está com alguém que diz que ama, mas sente paixão por outra pessoa e quer se envolver, antes de trair, pare tudo e reveja seus sentimentos. Redefina o que é amor, o que é paixão e o que é tesão. Quando amamos alguém de verdade, a paixão existe ou já existiu e virou amor. Mas o tesão tem que existir. O tesão tem que estar vivo em maior ou menor intensidade. Escolha o que te faz bem.

Tesão, paixão e amor fazem parte da historia de todas as pessoas que querem amar e serem felizes. Mas não sofra por amor e nem reprima seu tesão. Só pense naquilo que deseja e vá ser feliz. Ame muito. Apaixone-se muito. E tenha muito tesão. Mas sem magoar ninguém e a você próprio.

Ficou com dúvida? Quer saber mais sobre o trabalho de Franco Guizzetti ou entrar em contato com ele, clique aqui.

Terra Terra