Esotérico

publicidade
08 de dezembro de 2009 • 08h14

Receita para trazer o verdadeiro amor de volta

A receita para trazer o verdadeiro amor de volta é simples: é preciso se amar muito e se valorizar
Foto: Getty Images

Muita gente procura um consultor esotérico quando se separa de um grande amor. A dor da perda, a perplexidade de se saber dispensável, o risco iminente de ser preterido em favor de outro, são componentes psicológicos que, num repente, levam uma pessoa, decidida e independente, a buscar ajuda.

Depois do primeiro choque, vem a necessidade de entender melhor tudo que está acontecendo: perdas deixam o ser humano aturdido e dificultam a compreensão. Não escutar mais aquela voz tão conhecida, estar carente do abraço, da mão, do calor, da cumplicidade específica, é tomar consciência do vazio que se origina a partir daí, uma vez que os amigos em geral e mesmo as família se dividem, o que exige uma reorganização total de vida.

Nessa nova e infeliz circunstância surge, infalível, a pergunta, que muitas vezes nem tem mais razão de ser: "A pessoa amada vai voltar para mim?" A resposta pode ser: "Sim, você pode ainda viver o verdadeiro amor, desde que ele tenha como alvo a pessoa certa."

A pessoa certa a ser amada depois de um rompimento, não pode mais ser aquela mesma que se afastou virando as costas sem nenhuma consideração, sem dar valor ao encanto vivido e nem mostras de que sentirá saudades.

Uma pessoa que se entrega à dor não percebe que lhe falta amor por si mesma e respeito por sua própria condição humana. Ela, então, deve ser seu novo alvo amoroso.

A receita para trazer o verdadeiro amor de volta é se amar muito, se valorizar e esperar por alguém que realmente mereça e queira ter uma relação séria, com confiança e reciprocidade. Só consegue isso quem se ama de verdade.

Quer saber mais sobre o trabalho de Marina Gold, ou entrar em contato com ela, clique aqui.

Especial para Terra