Saúde sexual

publicidade

Média do pênis ereto de americanos é de 14,2 cm, diz estudo

 A média de circunferência medida na pesquisa foi de cerca de 12,2 centímetros
Foto: Getty Images

Uma pesquisa feita com 1661 homens nos Estados Unidos revelou que o tamanho médio do pênis durante a ereção é de 14,2 centímetros. O estudo, publicado no Jornal de Medicina Sexual e divulgado pelo Huffington Post, é relativamente consistente com os resultados de levantamentos anteriores sobre tamanho peniano.

O assunto já foi alvo de dezenas de estudos e é rodeado de lendas urbanas e mitos. Para muitos homens a ideia de não estar dentro dessa média pode causar grande dose de ansiedade. Mas a relevância do comprimento do pênis para o prazer sexual do parceiro ainda é um assunto em debate. Algumas pesquisas mostram que as mulheres que experimentaram orgasmos vaginais os têm mais constantemente com pênis de maior circunferência.

No entanto, outros levantamentos mostram que maior nem sempre é melhor. Um estudo mostrou que o tamanho ideal de pênis depende a altura da pessoa e outro mostrou que a circunferência é considerada mais importante que o comprimento pela a maioria das mulheres.  

Durante a pesquisa, realizada pela Universidade de Indiana, Debby Herbenick e sua equipe mediram o comprimento e a grossura do pênis de mais de 1,5 mil homens com o objetivo de fazer um novo preservativo. No momento da medição, alguns amigos estavam com a parceira ou uma amiga, porém a maioria usou o método faça você mesmo para atingir a ereção.

Havia pênis de todas as formas e tamanhos na pesquisa. O menor no estudo possuía cerca de 4 centímetros de comprimento, enquanto o maior tinha 26 centímetros. A média de circunferência foi de cerca de 12,2 centímetros.

O estudo revelou ainda que nem todas as ereções acontecem da mesma forma. Diferentes métodos de obtenção de uma ereção podem levar a diferentes medidas. Segundo Debby, os homens que foram excitados por sexo oral apresentaram em média tamanho maior do que os que utilizaram apenas fantasias.

"Nós não sabemos se isso significa que, quando os homens recebem sexo oral isso é mais excitante e, por isso, conseguem uma ereção maior ou que homens com maiores pênis poderiam estar recebendo mais sexo oral", afirmou.

O estudo descobriu que outras características de um homem, como sua etnia ou orientação sexual não possuem grande impacto sobre o tamanho de seu membro.

Como considera a questão do tamanho do pênis já bem abordada em outras pesquisas, Debby quer agora coletar dados sobre a genitália feminina. "Seria bom para as mulheres ter esse tipo de dado para mostrar: 'Ei, há uma grande diversidade de órgãos genitais das mulheres, assim como há para os homens'", defendeu.

Terra