Saúde sexual

publicidade
07 de outubro de 2012 • 20h07

Confira 4 mitos sobre ejaculação precoce

Muitas técnicas são apontadas como solução para ejaculação precoce, mas a maioria não passa de mito
Foto: Getty Images

Principalmente no início da vida sexual, é comum o homem encarar algum problema com ejaculação precoce. São diversas as técnicas recomendadas para controlar isso, mas muitas vezes elas não passam de mitos. Por isso, o autor Ian Kernero, especialista em sexo e relacionamento, listou ao site Askmen dicas que são a maior furada quando o assunto é ejaculação precoce.

Questão de idade
A grande maioria dos homens que sofre com ejaculação precoce tem uma condição crônica. Eles nunca experimentaram outra maneira e não saram com a idade. Na verdade, muitas vezes, a situação, se não tratada, pode ficar ainda pior. Não é incomum que um cara mais velho tenha que lidar com ejaculação precoce e disfunção erétil.

Masturbação rápida leva à ejaculação precoce
Muitos homens acreditam que o hábito de se masturbar muito rápido pode treinar o seu corpo para chegar ao orgasmo em pouco tempo. Porém, na verdade, as técnicas de masturbação não têm nada a ver com a ejaculação precoce. Estudos mostram que homens que sofrem com esse problema não se masturbam de forma diferente dos outros e que sua sensibilidade peniana é basicamente a mesma.

Técnica do segue e para
Não apenas a técnica de fazer pausas durante a transa para atrasar a ejaculação não funciona, como as vezes pode até piorar a situação. O desejo de todo cara que sofre com ejaculação precoce é conseguir aumentar o tempo do sexo para que a mulher também se sinta satisfeita e consiga chegar ao orgasmo, porém para isso ela precisa estar relaxada. Ela dificilmente vai conseguir ficar excitada e envolvida o suficiente se você ficar pausando a relação. Estudos mostram que para conseguir relaxar a parte do cérebro feminino ligado ao estresse e a ansiedade precisa estar desativadas durante o sexo. Se ela estiver preocupada de que você vai precisar parar em 15 segundos não vai conseguir atingir o orgasmo.

Ejaculação precoce é curável
Ejaculação precoce na verdade é algo administrável. Homens que sofrem com esse problema apresentam uma predisposição cerebral para isso, é uma espécie de condição genética. Alguns medicamentos podem ajudar a retardar a ejaculação, porém o objetivo não é precisar de remédio para sempre. Muitas vezes eles são usados em uma etapa do tratamento, para dar ao homem mais segurança e confiança para testar outras técnicas e habilidades que possam garantir uma vida sexual mais satisfatória. Praticar sexo oral na parceira, por exemplo, é uma boa maneira de deixá-la mais excitada antes da relação sexual em si, outra opção está em buscar posições que não estimulem tanto a parte mais sensível do pênis.

Terra