Manual

› Vida e Estilo › Homem › Manual

Manual

Segunda, 22 de fevereiro de 2010, 08h35

Os cinco passos para um bom barbear

Claudio R. S. Pucci

Fazer a barba todos os dias é um misto de amor e ódio em um homem. Por um lado é um ritual interessante desde que você tinha dez anos de idade e assistia seu pai fazendo isso, louco de vontade de chegar à fase adulta e ter seu momento na frente do espelho.

» Siga o Terra no Twitter
» vc repórter: mande fotos
e notícias

» Chat: tecle sobre o assunto

Por outro, é uma rotina diária para muitos que cansa, sem contar os efeitos colaterais como pelos encravados e irritações. Cada pessoa tem um tipo de pele, com oleosidade diferente e pelos nascendo de maneira distinta, mas algumas regras universais são necessárias para você ficar realmente de cara limpa. Confira algumas delas:

1) Usar cremes não é coisa de metrossexual
Não use sabonete para limpar o rosto antes de vir com a gilete. Mesmo os chamados sabonetes hidratantes vão ressecar demais a sua pele. Caso você não saiba, existem cremes e óleos pré-barbear que amolecem os pelos, eliminando impurezas e preparam sua pele para ser "arranhada" pela lâmina. Mesmo depois do barbear, o melhor é usar um creme para a pele a uma daquelas antigas loções pós-barba, cheias de álcool. Isso previne a vermelhidão.

2) Barbeie-se depois do banho (ou durante mesmo)
Lembra daqueles filmes onde o mafioso vai na barbearia e vinha o Guido ou Giuseppe com uma toalha quente e colocava em seu rosto? Você pode usar o vapor do banho quente a seu favor e conseguir o mesmo efeito, pois ele vai abrir seus poros e amaciar a sua pele e obviamente a lâmina vai deslizar muito mais suavemente e fazer menos estragos no seu rosto. Coloque um daqueles espelhos que não embaçam no box do banheiro e bom divertimento. E nunca jogue água gelada no rosto depois do barbear.

3) Faça movimentos curtos e suaves com a lâmina
Alguns caras parecem que estão arando um campo para a plantação ao se barbear, pois colocam a lâmina embaixo do queixo e vão deslocando-a até chegar à orelha, sem dó nem piedade. Com passadas curtas você tem um barbear mais macio e não coloca tanta pressão no cabo da lâmina. Além disso, quanto mais forte você apertar a lâmina no rosto, maiores as chances de irritar a pele ou causar ferimentos (aqueles com farto derramamento de sangue).

4) Não faça a barba na contramão
Todo homem que se barbeia quer ficar com o rosto liso como bunda de bebê, mas uma das piores coisas a se fazer é passar a lâmina no sentido contrário do nascimento do pelo. A primeira passada deve ser feita no sentido do pelo e se você quiser algo mais escanhoado, faça movimentos diagonais. Isso evita pelos encravados e irritações.

5) Como tudo na vida, as ferramentas devem ser de primeira qualidade
Os cremes de barbear em spray ainda podem ser uma ótima e rápida opção, especialmente para aqueles que viajam muito, mas o bom e velho pincel proporciona uma preparação muito mais eficiente da barba e da pele antes do ataque, porque levanta os pelos e amacia a sua cútis. E não se esqueça de trocar a lâmina constantemente. Para aquelas pessoas que não confiam na barra colorida que aparece em alguns modelos e que indicaria que a lâmina não presta mais, confie em sua pele e adote uma regra muito simples: ficou desconfortável, é hora de trocar.

Especial para Terra

Getty Images
Cada pessoa tem um tipo de pele, mas algumas regras são necessárias para você ficar realmente de cara limpa
Cada pessoa tem um tipo de pele, mas algumas regras são necessárias para você ficar realmente de cara limpa

Enquete

  • Você sabe se barbear de forma correta?
  • Sim
  • Não
  • Últimas notícias

    Busque outras notícias no Terra