Homem

publicidade

Confira mitos e verdades sobre suplementos alimentares

A ingestão de suplementos alimentares deve ser orientada por especialistas, afirmam nutricionistas
Foto: Getty Images
 

À procura de um milagre para entrar no verão com os músculos e o tanquinho em dia, muitos homens não pensam duas vezes em aceitar a sugestão de um amigo que tomou determinado suplemento muscular e "cresceu". Tem também aqueles que estão acima do peso e chegam à academia com a corda toda: bastou emagrecerem dois quilos, que já se acham prontos para ingerir proteínas e turbinar o bíceps. Se você se identificou com essas situações, é bom ficar atento. Os especialistas afirmam que o ganho de massa muscular não cabe dentro de nenhuma fórmula mágica, requer acompanhamento e disciplina.

A nutricionista Paula Fernandes Castilho, da consultoria em nutrição Sabor Integral, acredita que o principal mito relacionado aos suplementos é o fato de serem associados com o rápido crescimento dos músculos. "O suplemento pode ser encontrado em cápsula, pó ou líquido e é vendido em farmácias sem prescrição médica, mas muitos não são aprovados pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária)", explica.

A profissional desvenda a origem do mito. "Como alguns deles contém anabolizantes e fitoquímicos de ervas, de fato podem fazer os músculos crescerem. Mas nem sempre o que está no rótulo corresponde a realidade", afirma.

Os suplementos não aprovados pela Anvisa, na opinião de Paula, podem causar dois efeitos desastrosos para quem tem a esperança de conquistar um corpo perfeito. O primeiro é a satisfação pelo ganho de massa proveniente de um produto de origem duvidosa. O efeito contrário é a frustração: a pessoa compra o suplemento achando que terá resultados rápidos, mas acaba não comprovando mudanças visíveis.

A suplementação alimentar não é crime, segundo indicam as especialistas; o problema é o uso indiscriminado. Paula explica que o uso da suplementação alimentar é indicado em dois casos - para quem tem alguma limitação física que impeça a absorção de determinados nutrientes; ou para aqueles que têm alguma deficiência na dieta, por falta de tempo de seguir uma alimentação regrada.

A nutricionista Sandra da Silva Maria, da clínica Gastro Obeso Center, reforça que os suplementos também são indicados com o objetivo de melhorar o desempenho e proporcionar uma rápida recuperação muscular, favorecendo treinos mais longos. "Os mais populares hoje em dia são os hiperprotéicos (a base de proteína, o famoso whey protein), os termogênicos aceleradores de metabolismo, queimadores de gordura e os hipercalóricos, além dos suplementos multivitamínicos", explica.

Ela enfatiza que antes de iniciar um tratamento à base de suplementação, é preciso arranjar um tempinho para passar no médico. "Passar por avaliação nutricional e realizar alguns exames laboratoriais. Estando tudo certo, o paciente será orientado a ingerir a suplementação de acordo com o treino do personal."

A nutricionista Paula completa: "a suplementação exige acompanhamento médico constante para avaliar como o organismo está reagindo a este ganho extra de proteínas. Seguindo o programa da forma correta, os resultados aparecem em até dois meses de uso."

A ingestão de suplementos em excesso e sem indicação médica pode trazer alguns danos para a saúde. "Precisamos de todos os nutrientes em quantidades adequadas às nossas necessidades. O excesso protéico pode causar sobrecarga renal, desequilíbrio metabólico, intoxicação hepática, aumento de processo inflamatório e redução na perda de peso", afirma Sandra.

Ela conta que já teve pacientes com problemas nos rins por conta dos excessos, além de lesão muscular. "O paciente utilizou um suplemento que aumentava a disposição para treinar, porém a sua musculatura não suportou a sobrecarga de exercícios", lembra.

Quem toma suplemento obtém hipertrofia muscular
"O suplemento adequado associado a uma alimentação e treino correto pode levar a hipertrofia em um processo lento e gradativo", explica a nutricionista Sandra, desmistificando a ideia de que o suplemento traz músculos rapidamente.

A nutricionista Paula explica que quem toma suplementos nas condições corretas ganha massa magra e um corpo mais definido, mas não necessariamente músculos grandes. Ela explica que o ganho de massa magra pode vir acompanhado de alguns quilos a mais, mas isso indica que a pessoa ganhou músculo e eliminou gordura.

Para ganhar massa muscular, só com suplemento
Segundo a nutricionista Paula, é possível ganhar massa só com alimentação. "Uma alimentação balanceada contém todos os macronutrientes necessários para ter um bom condicionamento físico. A vantagem é que acaba saindo bem mais barato!", completa.

Suplemento substitui alimentação
"Um suplemento jamais irá substituir uma refeição", indica a nutricionista Sandra. "O ganho de massa muscular depende de uma boa alimentação antes, após atividade física e no horário de descanso muscular, pois o músculo necessita de uma recuperação uma vez que suas fibras foram alteradas pelo esforço físico", explica Sandra.

Suplemento alimentar engorda
De acordo com as especialistas, quando tomado de forma desregrada os suplementos pode trazer o aumento de peso sim. "Você está consumindo proteína a mais, mas o corpo não estoca proteína. Dessa forma, o que você não queimar acaba se transformando em gordura", observa Paula.

Qualquer suplemento leva ao aumento da massa magra
A nutricionista Sandra explica que esta afirmação não se aplica a todos os produtos que estão no mercado, pois existem produtos específicos para cada tipo de treino e objetivo.

Quanto maior for a quantidade do suplemento, mais rápido se atinge o objetivo
"O processo é lento e gradativo e seu excesso pode levar a danos no organismo", explica Sandra.

Terra Terra