Comportamento

publicidade

Depilação masculina: saiba tudo sobre essa tendência

Cada vez mais homens estão aderindo à depilação masculina, com lâmina de barbear, cera, creme deiplatório, máquina de cortar pelo e até laser
Foto: Getty Images
 

Pelos no peito, abdômen, costas, pernas, orelha, nariz e até virilha é coisa do passado para muitos homens. Se cuidar é, sim, coisa de macho. Não é segredo para ninguém que os homens estão ficando mais vaidosos e consumindo produtos e serviços, que agora são vistos até com essenciais. E é nesse novo contexto de preocupação com aparência e higiene pessoal que a depilação masculina ganha espaço.

Uma pesquisa realizada pela revista Alfa, com mais de 5 mil entrevistados, mostrou que 9% é adepto da depilação e 57% afirmou que apara os pelos. Há também aqueles que integram os dois grupos, como o estudante de odontologia, Marcos Rodrigues, de 23 anos, que depila algumas áreas do corpo como axila, peito e barriga e prefere aparar a perna e coxa com máquina. “A primeira vez foi por necessidade, pois fui fazer umas fotos para uma campanha de cueca e tive de que depilar tudo com cera. Os pelos demoraram para crescer, fui me acostumando e gostei do resultado. Hoje raspo com gilete e aparo os pelos da perna com máquina 1. Acho que dá uma aparência mais higiênica”, conta ele.

Danilo Mendes, engenheiro, de 27 anos, também é adepto da depilação por uma questão de higiene. “O método depende da área, uso cera, gilete e máquina. Depilava a perna também, mas com depilação ainda tem preconceito, especialmente de algumas mulheres. Então, hoje prefiro apenas aparar os pelos dessa região e depilo peito e abdômen”, disse Danilo. Para a dermatologista Ana Lúcia Recio, o aparelho cortador de pelo é uma ótima opção para diminuir o volume quando uma área for muito peluda, gerando calor e excesso de suor. “Pode ser feito em casa e, além do valor do aparelho, não tem custo nenhum”, afirma ela.

A opinião feminina se divide, mas muitas preferem os ‘despelados’ como David Beckham. Segundo Andréa Krapp, da rede de depilação Pelo Zero, muitos clientes são influenciados diretamente pelas esposas e namoradas. E o mercado também está de olho neste público. “Em 2009, refizemos o logotipo e mudamos nosso posicionamento. Hoje realizamos campanhas exclusivas para os homens e divulgamos com mais intensidade esses serviços”, conta Andréa.

Já a rede Depyl, criou um espaço exclusivo para os homens, a Deppylmen. “A procura pelo serviço de depilação masculina aumentou mais de 30% depois disso. Alguns homens procuram pela depilação com o intuito de agradar suas parceiras, mas com os benefícios percebidos isso vira de fato um hábito”, revelou Danyelle Van Straten, CEO da rede de franquias Depyl. Grandes empresas como a DepiRoll também já tem até uma linha de produtos para eles com creme depilatório, loção depilatória e cera.

O método escolhido depende muito da área a ser depilada e do gosto de cada um. Tesourinha, pinça, linha, cera fria, cera quente, lâmina, máquina, creme depilatório e laser são alguns dos equipamentos que podem ajuda-lo nessa luta contra os pelos. “O excesso de pelo nas pernas, costas e peito nos homens causa muito desconforto. Recebemos todos os tipos de homens. No entanto, os atletas e profissionais do ramo de moda são mais frequentes porque tem quase obrigação de manter a pele limpa. Alguns chegam a depilar o corpo inteiro, inclusive virilha”, afirma Andréa.

Segundo Danyelle, os homens mais velhos procuram pelo serviço em áreas como o nariz e orelhas. Já os mais jovens estão mais preocupados com o efeito estético, depilando tórax, abdômen e costas, locais que têm uma musculatura normalmente mais trabalhada. “Como o pelo do homem é mais resistente, recomendamos a depilação com cera morna em todas as áreas”, justifica ela. As sobrancelhas são outra parte que vem ganhando a atenção dos homens, que limpam o excesso de pelo em casa ou no salão.

 “A lâmina é o método mais usado pelos homens, é bom e barato e não causa dor, mas é proibida para quem tem alergia a níquel”, explica Ana. O creme depilatório também é isento de dor, mas tem cheiro forte e pode causar irritação na pele. Já a cera tem a vantagem de fazer com que os pelos demorem mais para crescer, porém é um processo doloroso. Para garantir comodidade ao público masculino as clínicas e os salões costumam reservar um espaço separado para os homens. Também há diversos profissionais, dos dois sexos, que fazem atendimento à domicílio.

A depilação a laser é uma opção prática, mas por ser definitivo é preciso ter certeza do desejo de eliminar de vez os pelos. “Logo após o procedimento a pele fica avermelhada e se o paciente é sensível pode usar um creme prescrito pelo dermatologista para aliviar a irritação. E ele não pode estar bronzeado, pois a luz “lê” tudo que for pigmento e, nesse caso, poderia deixar a pele com manchas brancas”, explica Ana.

Terra