Fertilidade
 
 

Vida e Estilo » Fertilidade » Fertilidade

 Tratamento hormonal causa sintomas parecidos com os da TPM
27 de abril de 2012 09h30

Os sintomas de TPM também são frequentes nas mulheres que estão passando por procedimentos de reprodução assistida . Foto: Shutterstock/Especial para Terra

Os sintomas de TPM também são frequentes nas mulheres que estão passando por procedimentos de reprodução assistida
Foto: Shutterstock/Especial para Terra

Sabe aqueles sintomas que sempre aparecem durante a temida tensão pré-menstrual (TPM)? Eles também são frequentes nas mulheres que estão passando por procedimentos de reprodução assistida. Isso acontece porque a paciente é submetida a uma estimulação ovariana com hormônios, o que acaba trazendo sintomas típicos da TPM, como irritabilidade e sensibilidade emocional.

O detalhe é que os sintomas são ainda mais acentuados durante a estimulação ovariana do que na TPM. "Esse descontrole emocional é mais forte durante a estimulação, porque naturalmente a mulher produz um único óvulo por mês. Já com o uso dos hormônios, ela vai produzir mais dessas células e todos esses sintomas vão aparecer em doses proporcionais ao número de óvulos que o organismo liberar", explica Michele Quaranta Panzan, ginecologista e diretora da clínica que leva o seu nome, em São Paulo.

Para atenuá-los, a paciente pode, segundo a especialista, recorrer aos compostos fitoterápicos (produzidos a partir de plantas medicinais), como a passiflora. Como a mulher está passando por um processo que pode gerar uma gravidez, os calmantes são totalmente contraindicados.

Duração
A estimulação ovariana dura normalmente 11 dias. Em geral, os hormônios são aplicados por meio de injeções na região da barriga. Esses hormônios são indicados tanto para as mulheres que vão se submeter à inseminação artificial (quando o sêmen previamente preparado em laboratório é colocado na cavidade uterina no momento da ovulação, por meio de um cateter) quanto para aquelas que farão a fertilização in vitro (união do óvulo e do espermatozoide no laboratório), técnica conhecida como a do "bebê de proveta".

Quando o resultado do tratamento não é positivo, o médico pode sugerir a realização de uma nova tentativa, no mês seguinte. Nesse caso, o uso de hormônios será retomado - e com eles, os sintomas de TPM.

Passado o período de estimulação ovariana, os sintomas desaparecem e tudo volta ao normal. Como a medicação é retirada, o organismo para de liberar os óvulos, reajustando os hormônios que causam a irritabilidade e a sensibilidade emocional.

Mas, caso o tratamento tenha sucesso, é melhor a mulher se preparar. Durante a gravidez, os hormônios continuam à flor da pele e os sintomas de TPM estarão presentes pelos próximos nove meses.

Cross Content
Especial para o Terra
Terra
  1. Os sintomas de TPM também são frequentes nas mulheres que estão passando por procedimentos de reprodução assistida

    Foto: Shutterstock/Especial para Terra

  2. O fenômeno acontece porque a paciente é submetida a uma estimulação ovariana com hormônios, o que acaba trazendo sintomas típicos da TPM, como irritabilidade e sensibilidade emocional

    Foto: Shutterstock/Especial para Terra

  3. Para atenuar os sintomas, o médico pode receitar componentes fitoterápicos (produzidos a partir de plantas medicinais), como a passiflora

    Foto: Shutterstock/Especial para Terra

  4. Os hormônios são indicados tanto para as mulheres que vão se submeter à inseminação artificial, quanto para aquelas que farão a fertilização in vitro

    Foto: Shutterstock/Especial para Terra

  5. Caso o tratamento tenha sucesso, é melhor a mulher se preparar. Durante a gravidez, os hormônios continuam à flor da pele e os sintomas de TPM estarão presentes pelos próximos nove meses

    Foto: Shutterstock/Especial para Terra

/fertilidade/foto/0,,00.html

 
 
 

 
 
Últimas »