Fertilidade

publicidade
08 de maio de 2012 • 08h52

Do gineco ao geneticista: confira papel dos especialistas

O ginecologista é o primeiro a participar do momento em que o casal decide engravidar. O médico vai pedir os exames básicos e, se for necessário, os encaminhará para um especialista
Foto: Shutterstock / Especial para Terra
 

As técnicas de reprodução assistida envolvem vários tipos de especialistas. Médicos e profissionais que vão do ginecologista até o embriologista. Na maioria das vezes, a indicação para o tratamento parte do ginecologista, que acompanha o dia a dia da mulher e saberá avaliar se é hora de procurar ajuda para engravidar.



O médico que está presente em quase todas as etapas do procedimento é o especialista em reprodução humana. Normalmente, esse profissional é um ginecologista que se especializou nesse tipo de tratamento. Ele participa desde a investigação do problema até o exame de gravidez.



Confira o papel de cada especialista no tratamento.



Ginecologista

O ginecologista costuma ser o primeiro profissional consultado quando o assunto é gravidez. O médico vai pedir os exames básicos e, se for necessário, encaminhará o casal para o especialista em reprodução. O ideal é que toda mulher converse com o ginecologista assim que decidir engravidar. Ou seja, ainda na fase em que o casal nem sabe se terá ou não problemas com fertilidade.



De acordo com Sérgio Pereira Gonçalves, especialista em reprodução humana e diretor-médico da clínica Monteleone, de São Paulo, a chamada consulta de pré-concepção é de suma importância para o casal. Nela, o ginecologista pede exames para avaliar as condições da mulher e vai passar algumas vitaminas, como o ácido fólico, que são essenciais nesse período.



Além de verificar a saúde do casal, depois de seis meses ou um ano de tentativas sem sucesso (o período de tentativas para engravidar vai de acordo com a idade da mulher), o médico vai orientar o casal caso haja necessidade de procurar um especialista em reprodução.



Especialista em reprodução humana

Esse médico especializado vai acompanhar todo o tratamento. Atuará desde a investigação profunda do casal até a aplicação do exame de gravidez, que vai constatar o sucesso ou insucesso do tratamento.



Urologista

O urologista entra em cena depois de feita a investigação básica do casal. Caso o especialista em reprodução encontre alguma anormalidade no exame do homem, ele o encaminha para esse profissional.



"Se houver alguma alteração significativa no espermograma, é interessante que o urologista avalie. Isso porque existem algumas causas que podem ser solucionadas por meio de tratamentos, como a varicocele. Além disso, o urologista é quem tem propriedade para dar um diagnóstico sobre o aparelho reprodutor masculino", explica Gonçalves.



Geneticista

O médico geneticista entra nesse processo em casos muito específicos. Em geral, não são todos os pacientes que vão precisar do auxílio desse profissional.



"O geneticista entra quando o casal tem algum problema cromossômico ou alguma alteração genética. Por exemplo, quando o casal tem fibrose cística, uma alteração genética que pode deixar o embrião com algum problema, o especialista em reprodução humana encaminha esses pacientes para o geneticista", esclarece o médico.



Psicólogo

O psicólogo é muito útil para alguns casais. Normalmente, o período do tratamento de reprodução assistida é marcado por estresse e ansiedade. A presença de um profissional que ajude tanto o homem, quanto a mulher a entender as angústias e possíveis frustrações pode ajudar o casal a passar por essa fase com mais tranquilidade.



"Não são todos os casais que precisam desse auxílio, mas, em alguns casos, eles passam a viver em função do tratamento. Os níveis de ansiedade ficam altos e o melhor é indicar o apoio psicológico", conta Gonçalves.



Embriologista

A função de embriologista pode ser desempenhada por um biólogo ou por um biomédico, desde que o profissional se especialize na área.



Normalmente, o embriologista não tem contato direto com os pacientes. Seu trabalho é relacionado a tudo que envolve manipulação dos materiais (óvulos, espermatozoides e embriões). "O embriologista cuida do processamento e análise de sêmen, processamento da inseminação intrauterina, manipulação de óvulos, espermatozoides e embriões", explica o médico.

Cross Content