4 eventos ao vivo

Veja ideias para adaptar apartamento de solteiro para casal

  • separator
  • comentários

Já bem diz a sabedoria popular: quem casa quer casa. Mas com a verticalização das cidades e a diminuição do tamanho dos apartamentos, a conclusão é que quem casa tem de se adaptar. Como muitas pessoas se mudam para o imóvel do parceiro ou vão viver juntos em um lugar pensado para uma pessoa só, a melhor saída, é reformar o apartamento de solteiro para transformá-lo numa residência de casal.

O apartamento estilo loft em dois andares, que era de uma solteira, foi adquirido pelo casal que optou pela comodidade de morar mais próximo do trabalho. A escada em concreto foi apenas lixada e impermeabilizada também para se valer da rusticidade deste elemento, explica o arquiteto Renato Andrade, do escritório Andrade e Mello Arquitetura. Informações: (11) 5185-8702
O apartamento estilo loft em dois andares, que era de uma solteira, foi adquirido pelo casal que optou pela comodidade de morar mais próximo do trabalho. A escada em concreto foi apenas lixada e impermeabilizada também para se valer da rusticidade deste elemento, explica o arquiteto Renato Andrade, do escritório Andrade e Mello Arquitetura. Informações: (11) 5185-8702
Foto: Andrade e Mello Arquitetura

Cada vez mais, arquitetos estão sendo contratados para achar soluções criativas para fazer essa transformação. Em um projeto que elaborou, a arquiteta paulistana Sabrina Matar, por exemplo, optou por aproveitar a área da maior parede do apartamento para instalar uma estante com nichos abertos e fechados onde os moradores pudessem guardar tudo o que fosse possível. Sabrina aproveitou para encaixar até o frigobar nessa parte do imóvel.

O arquiteto e designer de interiores paulistano Fábio Galeazzo, por sua vez, teve uma surpresa no meio da obra: de uma hora para outra descobriu que o apartamento que estava reformando teria de comportar mais uma moradora. A solução foi inserir detalhes femininos na decoração, como o lustre da sala de jantar, que lembra uma peça de cristal.

Já o arquiteto Renato Andrade, do escritório Andrade e Mello Arquitetura, também de São Paulo, refez parte da estrutura de um loft de dois andares. “O que incomodava o casal era a cozinha pequena, a ausência de lavabo e área de serviço no piso inferior. Isso não afetava a proprietária anterior, solteira, que se virava bem sem lavanderia e com uma cozinha pequena. Ela comia e mandava lavar a roupa fora. Mas para eles, foi o principal.” A solução foi quebrar parte do lugar e fazer tudo de acordo com as necessidades do casal. A cozinha foi diminuída para abrir espaço para um lavabo e o andar superior recebeu divisórias de drywall entre os cômodos.

No caso do projeto da arquiteta paulistana Marília Caetano a solução foi menos agressiva mas bem eficaz: multiplicar os armários. Assim, o apartamento do solteiro pôde abrigar a namorada e, claro, todos os pertences dela. O espaço para refeição a dois também foi criado com uma bancada e uma mesa de jantar na sala.

Fonte: PrimaPagina Fonte: Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade