Casa e Decoração

publicidade

Quer montar o quarto da filha? Veja 36 imagens inspiradoras

O projeto da arquiteta Maite Maiani é o típico quarto de menina, com muito rosa e rococó. Informações: (11) 3031-4400
Foto: x
 

Parece óbvio que, na hora de decorar o quarto da filha, é só abusar do rosa que vai ficar tudo perfeito. Mas não é bem assim. Segundo a designer de interiores Maria Fernanda Pitti, de São Paulo, estereotipar essa cor como a preferida das meninas e o azul como o predileto dos meninos é algo já ultrapassado. “É verdade que quase toda menina gosta de rosa. Mas em um ponto da infância ela rejeita a cor e começa a ver que existem outras.”

O perfil de cada criança é muito diferente, ainda mais para os acessórios, como cortinas, almofadas e roupa de cama, de acordo com Maria Fernanda. “Não tem regra. Tem meninas mais românticas que gostam de babado e tem meninas mais molecas que não querem isso de jeito nenhum.”

O importante é levar em conta o que a garota prefere, seja um tema ou uma cor, e usar esses elementos na decoração sem exagero. “Priorizo a idade e os interesses da garota”, resume a designer.

A opinião dos pais, claro, também conta. “É normal acontecer intervenções da mãe, e prefiro que seja assim. A mãe é uma pessoa que tem um background maior, entende que certas coisas funcionam e algumas, não. Tendo ela ao meu lado, é mais fácil dizer não à criança, se for preciso.”

Tons neutros

O arquiteto Gustavo Cestari, coordenador de projetos do escritório Mayra Lopes Arquitetura e Interiores, sugere combinar a cor preferida a tons neutros. Costuma ficar bom, por exemplo, colocar a tonalidade predileta em uma parede ou um objeto de destaque. “Quando enjoar, é só cobrir a parede colorida com um papel de parede ou um tecido.”

Essa dica vale especialmente para o mobiliário: se for comprar tudo novo, prefira o básico, como o branco ou a madeira. “Com o mobiliário branco, não precisa mudar quando a dona do quarto crescer. Se o quarto for usado depois por um menino, é só pintar a parede de azul e manter as peças”, comenta Cestari.

Se já tiver peças na casa que possam ser reaproveitadas, dê personalidade a elas, com pintura ou tratamento diferente. “Agora estão na moda essas peças reinventadas, de laca, com pintura dourada ou prateada ou vários tipos de pátina”, cita Maria Fernanda. Esse tipo de móvel é o ideal para ser o destaque do cômodo – ele chama a atenção sem deixar o quarto com cara de sala de aula.

PrimaPagina Terra