Casa e Decoração

publicidade
25 de abril de 2009 • 15h07

Parede escura garante destaque na decoração

O tom vibrante foi usado somente na parede que abriga a cabeceira da cama do quarto de casal projetado pela arquiteta Corina Bianchi e executado pela Resevila
Foto: Corina Bianchi / Divulgação
 

Rosana Ferreira



Quando o objetivo é renovar o ambiente, mudar a cor da parede é uma opção rápida e barata. Entre as tendências estão cores escuras em pontos estratégicos - uma das paredes com tom vibrante é garantia de destaque na decoração.



» Veja foto ampliada
» Veja outra foto ampliada
» Chat: tecle sobre a notícia
» vc repórter: mande fotos e notícias

Para isso, algumas dicas podem evitar surpresas desagradáveis e garantir uma superfície bem acabada. Principalmente porque as pinturas escuras, quando malfeitas, valorizam muito mais as imperfeições. Segundo William Hamam, da área de marketing e produto da empresa Tintas Futura, a primeira providência é limpar e lixar a parede que vai receber a nova pintura. Mas, de acordo com a cor de fundo, os procedimentos podem variar.



Se a superfície que receberá o novo tom for clara, não há mistério. Basta ter uma tinta que atenda aos padrões mínimos de qualidade, lixa, rolo de pintura, pincel, bandeja, fita crepe e bastante jornal ou lona plástica para forrar e proteger piso e móveis.



Se a repintura tiver de ser feita sobre uma cor mais escura ou a tinta escolhida para a nova pintura também é de tonalidade escura, existem procedimentos a serem seguidos. Por exemplo, se a parede está pintada de vermelho e a intenção é cobri-la de amarelo, ao invés de passar uma infinidade de demãos de tinta amarela, o mais indicado é lixar a parede vermelha, remover o pó e aplicar uma ou duas demãos de tinta branca fosca para neutralizar a cor anterior e, só depois, cobrir com a amarela. "Como a tinta branca tem mais cobertura que as coloridas, ela prepara a parede para receber a outra cor", explica William Haman.



Repintura requer cuidados

Hamam também alerta para o tipo de parede a ser pintada - interna ou externa, porosa ou lisa, variáveis que determinam o material e o procedimento adequados para cada situação. Acompanhe dicas básicas para realizar a repintura de um ambiente:



- A superfície deve estar limpa e seca, sem umidade, mofo e bolhas. Se estiver engordurada, é necessário lavar com detergente neutro e enxaguar bem. Se houver partes mal aderidas, devem ser raspadas ou escovadas.



- É importante eliminar pequenas imperfeições com massa corrida em superfícies internas e com massa acrílica nas áreas externas ou internas que ficam em contato com água ou vapor. Após a secagem, deve-se lixar e remover o pó.



- Se a parede estiver em mau estado, será preciso remover a pintura anterior e aplicar uma demão de fundo preparador de paredes seguindo as instruções de diluição da embalagem do produto. O fundo preparador é indicado para a repintura em paredes descascadas, pintadas com cal, que estejam esfarelando, ou até em caso de pintura sobre gesso novo.



- Se a tinta que se deseja cobrir for brilhante (esmalte, óleo, semibrilho ou acetinado), será necessário lixar até a perda total do brilho.


Especial para Terra