0

Mestres da arquitetura brasileira criam casinhas de cachorro

  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Os arquitetos brasileiros Isay Weinfeld, Ruy Ohtake, Eduardo Longo, Carlos Bratke e Roberto Loeb têm projetos reconhecidos no mundo inteiro. Já fizeram mansões e prédios comerciais ou institucionais, mas a artista plástica Ana Cordeiro conseguiu atrair o talento desses e outros mestres para uma causa nobre: a criação de casas de cachorro, que serão vendidas em prol de três instituições de proteção aos animais.

O arquiteto Isay Weinfeld foi um dos que aceitaram o convite da artista plástica Ana Cordeiro para projetar casas de cachorro. O projeto segue o minimalismo característico de suas obras...
O arquiteto Isay Weinfeld foi um dos que aceitaram o convite da artista plástica Ana Cordeiro para projetar casas de cachorro. O projeto segue o minimalismo característico de suas obras...
Foto: Divulgação

A ideia surgiu quando um gatinho entrou no ateliê de Ana. Ela resolveu deixá-lo na Amor aos Animais, entidade dirigida por Birgit Kherlakian que cuida de animais abandonados e coloca-os para doação. “Para mim, o gatinho era um problemão, mas era injusto doar para quem já tinha vários outros problemões”, diz a artista plástica. Ana, pertencente a uma tradicional família de arquitetos, resolveu usar seus contatos para mobilizar importantes nomes da arquitetura na criação das casas de cachorro.

As casas, em sua maioria, são feitas de madeira certificada, obtida em parceria com a empresa Ecolog. Alguns modelos, no entanto, serão em acrílico. Inicialmente, não havia previsão de comercializar as produções, mas Ana diz agora que elas serão vendidas ao público, por meio do site www.maisamoraosanimais.com.br. Parte da renda vai ser revertida para a Amor aos Animais. Também serão beneficiadas a S.O.S. Fauna, que combate o tráfico de animais silvestres, e a Divers For Sharks, que busca a preservação de tubarões.

Haverá, ainda, um leilão em 5 de novembro no Museu da Casa Brasileira, em São Paulo. Os interessados poderão adquirir as maquetes assinadas dos projetos. No mesmo evento, serão vendidas peças com temática ligada a animais domésticos, feitas por artistas plásticos mobilizados por Ana.

A estratégia inclui ainda a venda de um calendário com fotos dos 11 projetos de casinhas de cachorro. A renda vai ajudar a bancar a iniciativa e a manter ações de proteção aos animais.

Veja também:

Venezuela: os trabalhadores da saúde com salários de US$ 4 por mês e sem equipamentos de proteção
Fonte: PrimaPagina Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade