PUBLICIDADE

Inspire-se em 15 projetos de móvel para TV; confira dicas

Ver comentários

Cada vez mais fina e moderna, a televisão faz parte da rotina das pessoas e, portanto, nada mais justo do que ganhar destaque na decoração. Pode ser disposta em cima do rack, em um painel, embutida na porta do armário, em tubo de aço giratório, direto na parede. E nichos, prateleiras, módulos, fitas de LED são bem-vindos para incrementar o ambiente. Navegue pela galeria de fotos e inspire-se em 15 projetos de móvel para TV. Abaixo, confira seis dicas da designer de interiores Leila Libardi:

1. A vantagem dos painéis para colocar TV é o custo - inferior a embutir uma TV no armário, por exemplo - e a facilidade de manuseio na hora dos reparos e assistência técnica dos aparelhos. “A desvantagem talvez seria apenas em se ter tanto uso dessa mesma peça, sempre corremos um enorme risco de ficar com nosso ambiente igual ou bem parecido com tantos outros”, opinou a designer.

2. Um painel sozinho, na grande maioria dos casos, não atende às necessidades. Por isso, o usual é vir acompanhado de um rack ou módulo que acomode os demais aparelhos. Mas profissionais podem desenhar peças funcionais que não são necessariamente um rack tradicional, como as que contam com nichos, prateleiras e design diferenciado.

3. Em ambientes conjugados com uma televisão, é interessante apostar em um móvel que permita que o aparelho gire ou em tubos de aço giratórios.

4. Quando for comprar o móvel, veja se tem espaços que atendam suas necessidades e se a altura permite conforto visual. Independentemente do local em que a televisão for colocada, deve ficar sempre na altura dos olhos. Portanto, se acomode no local escolhido para assisti-la e verifique se a altura está adequada.

5. Comprou um rack e não sabe como esconder os fios? Segundo a designer de interiores, a opção mais usada é fazer furos nos lugares necessários para passá-los e arrematá-los com passa-fios, que dão melhor acabamento.

6. As melhores tonalidades para o móvel da TV são as mais neutras, que não interfiram tanto na decoração, porque provavelmente a peça não será trocada com frequência. Se o piso for de madeira, é interessante que o móvel tenha algum tom ou acabamento diferente para valorizar os dois itens. Caso o piso seja frio, uma boa opção é esquentar o ambiente com móvel de madeira, por exemplo. Quando a ideia é um ambiente uniforme e monocromático, a dica é apostar no tom sobre tom.

<a data-cke-saved-href="http://vidaeestilo.terra.com.br/infograficos/casa-e-decoracao/estilos-de-decoracao/iframe.htm" href="http://vidaeestilo.terra.com.br/infograficos/casa-e-decoracao/estilos-de-decoracao/iframe.htm">veja o infográfico</a>
Fonte: Ponto a Ponto Ideias Ponto a Ponto Ideias
Publicidade
Publicidade