publicidade

Enfeite sua casa com papel de parede; veja sugestões

Os papeis de parede acrescentam personalidade ao lar Foto: Divulgação
Os papeis de parede acrescentam personalidade ao lar
Foto: Divulgação
 
Carolina Cedano

Quem busca recursos para conferir personalidade às paredes da casa, não pode dispensar o papel de parede: "além de ter uma aplicação rápida e prática, ele tem efeito imediato. Traz conforto, aconchego e ainda acrescenta beleza aos ambientes", fala a designer de interiores Neza Cesar. Muito utilizado no passado, o papel de parede era sinônimo de luxo: "em diversos castelos europeus, todas as paredes de alguns ambientes eram forrados com esse material", diz Neza.

Waléria Barbosa, designer de interiores, explica que o uso foi popularizado entre as décadas de 1950 e 1960, quando o interesse pelo papel cresceu e, assim, as indústrias passaram a produzir em larga escala: "com um bom poder aquisitivo, as famílias começaram a usar excessivamente nos Estados Unidos. Com isso, ter papel de parede em casa tornou-se algo comum", explica a profissional.

E, assim, assistimos a volta do papel de parede aos lares: "com toda a violência das grandes cidades, é comum receber as pessoas em casa. A decoração deixou de ser algo luxuoso, voltado apenas para a classe A. Ter um ambiente agradável e moderno é o desejo de todo mundo", conta Waléria. "Hoje, a busca pelo personalizado está em alta. As pessoas deixaram de usar algo só porque está na moda. Todos estão mais informados e vão atrás de conteúdo, história. Usar papel de parede, principalmente os coloridos, é ter coragem de mostrar quem você é de verdade", afirma Neza Cesar.

Onde usar
Lavabos, quartos, sala, cozinha... tanto Waléria Barbosa, como Neza Cesar dizem que não há restrições: "a regra é ter harmonia", esclarece Neza. Waléria dá uma dica: "se você quer ter papel de parede na cozinha, uma ideia é colocar entre o armário superior e a bancada inferior. Para não estragar, aplique um vidro nessa região".

Sempre novo
O tempo de duração do papel de parede pode variar de acordo com a conservação: "se bem conservado, em média, um papel de parede tem duração de cinco anos", fala Waléria. "Para mantê-lo com cara de novo, limpe-o com esponja macia umedecida com água e sabão de coco. Passe levemente sobre ele, pois o papel é frágil", ensina a profissional.

Terra