Casa e Decoração

publicidade

Confira dicas para investir em revestimentos com texturas

Designers de interiores dão dicas para incrementar as paredes com texturas, sem deixar o ambiente sobrecarregado
Foto: J.Vilhora / Divulgação
Patricia Zwipp

Quem pensa que as paredes devem receber apenas tinta branca está desatualizado. Elas podem ganhar destaque na decoração. Uma das opções mais atuais é investir em revestimentos com texturas e volumes. Tire oito dúvidas sobre o assunto, com dicas das designers de interiores Marcela Franchini e Renata Santos:

1 - Revestimentos com texturas e volumes não devem incrementar a decoração da cozinha e nem da área do boxe no banheiro, porque podem acumular gordura e mofo. No restante dos cômodos, são bem-vindos;

2 - De preferência, aplique o produto em apenas uma das paredes do ambiente para que o visual não fique sobrecarregado. Escolha a que quiser dar maior enfoque. Pode ser a que fica em frente à porta de entrada da casa, por exemplo;

3 - Se pretende investir em revestimentos com texturas e volumes, melhor se controlar na hora de comprar itens decorativos. Fuja de excessos e deixe que a parede seja o foco de atenção;

4 - Entre os materiais de revestimento em alta estão placas cimentícias e madeira de demolição;

5 - Vale acrescentar que texturas e volumes tendem a acumular pó. Portanto, o cuidado com a limpeza deve ser maior. Para quem quer fugir desse inconveniente, uma dica é aplicar papel de parede que imita textura;

6 - Com medo de errar? Uma sugestão simples é que o tamanho do volume seja proporcional ao do cômodo, de maneira geral. Em um local pequeno, nada melhor que um revestimento com detalhes menores;

7 - Caso a ideia seja um ambiente integrado, use nas outras paredes tinta da mesma gama de cor do revestimento. Quem quer dar grande destaque ao produto deve apostar em uma tonalidade diferente no restante;

8 - Prefira texturas mais lisas em casas com crianças e idosos. Essa também é uma boa pedida para espaços de grande circulação, como corredores.

Terra