Casa e Decoração

publicidade

Confira 23 receitas de defensivos naturais para o jardim

PREPARADO DE FOLHAS DE NIM. INGREDIENTES: 250 g de folhas de nim e 20 litros de água. MODO DE FAZER: Bata as folhas no liquidificador com dois litros de água. Deixe descansar por 12 horas sem incidência de luz. O extrato deve ser filtrado e diluído em 18 litros de água. Só pode ser armazenado por três dias, em local escuro. INDICAÇÃO: Controle de pragas de hortaliças, como traças, lagartas, pulgões, vaquinhas (detalhe da foto), gafanhotos e pequenos besouros. Funciona também como inseticida.
Foto: Jorge Guimarães/ Arquivo pessoal

É possível cuidar da horta ou do jardim de casa sem usar produtos que ameacem a saúde dos moradores e dos animais da residência e recorrendo a ingredientes corriqueiros, como sabão, pimenta e até cinzas.

“Com os defensivos naturais, a família fica menos vulnerável à intoxicações por contato, superdosagem ou acidentes, como ingestão por crianças ou animais de estimação”, afirma a engenheira agrônoma Regina Calçada. “Para o jardim é uma alternativa interessante e para horta é superimportante, já que você obtém uma colheita de um sistema de agricultura natural e não ingere agrotóxicos”, completa.

“Esse tipo de defensivo são ideias para a agricultura orgânica, porque não produzem resíduos, como os sintéticos. Por isso mesmo, tem de ser aplicado em um intervalo de tempo menor, como a cada quatro, cinco ou sete dias, enquanto os defensivos sintéticos podem agir por 15 dias ou até um mês”, compara o pesquisador Alexandre Moura, da Embrapa Hortaliças.

Para coletar sugestões de receitas que podem ser feitas em casa, a reportagem consultor, além de Calçada e Moura, as paisagistas Ivani Kubo e Marizeth Estrela, a engenheira agrônoma e paisagista Karen Eriza, da Flora Decore Jardins, o agrônomo Maier Gilbert, os pesquisadores da Embrapa Hortaliças Francisco Vilela e Jorge Guimarães e o pesquisador da Embrapa Meio Ambiente Wagner Bettiol.

As 23 receitas que aparecem nas legendas das fotos são para combater as pragas mais comuns, como:

* Lagarta-rosca: de coloração parda, corta as plantas rente à terra e é encontrada quando se cava o solo ao redor das plantas;
* Pulgão: inseto pequeno, de cores variadas, que ataca majoritariamente brotações novas.
* Cochonilha: pequeno inseto de coloração variada, pode ter carapaça ou não. Ataca preferencialmente a face dorsal e axilas das folhas. As partes afetadas ficam retorcidas, prejudicando o desenvolvimento da planta.
* Ácaro: invisível a olho nu, mas forma teias. Prioriza a face dorsal das folhas, brotações novas, flores e frutos, que se tornam retorcidos e amarelados.
* Vaquinha: inseto verde com listras amarelas. Come as folhas, prejudicando o crescimento da planta.
* Lesma, caracol e tatuzinho: têm corpo mole e deixam rastro brilhante por onde passam. Durante o dia são encontrados debaixo de tábuas, tijolos e entulhos deixados na horta.

 

Terra