0

Tons neutros e texturas transformam apartamento em palacete

Imóvel de 350 m² em bairro nobre de São Paulo ganha decoração imponente e ares de residência real

13 mar 2014
07h16
atualizado às 09h47
  • separator
  • comentários

Habitado por um único morador, o apartamento de 350 m² no bairro de Alto de Pinheiros, um dos mais nobres de São Paulo, já era impressionante sem qualquer móvel ou adereço, mas depois que foi decorado pela arquiteta Debora Aguiar se transformou em um verdadeiro palacete. “Pegamos a obra desde o início e começamos o projeto do zero. O proprietário nos pediu uma casa ampla, arejada e com bastante iluminação natural. Além de muito conforto e integração dos espaços”, resume Debora.

Os ambientes sociais, como a sala de estar, jantar e cozinha, foram decorados com uma paleta de cores neutra e clara, priorizando os tons de nude e branco. O quarto principal seguiu a mesma linha, mas com tons ainda mais claros. Além dos tons neutros, outra característica marcante do projeto é o uso de texturas nas paredes detalhes em madeira, que contribuem para criar uma unidade visual em todo o apartamento.

O estilo da decoração alterna elementos luxuosos, como o lustre de cristal na sala de jantar, e contemporâneos, como os móveis com linhas retas e pouca textura das salas de jantar e estar. A madeira aparece em painéis pela casa toda e ajuda a direcionar a iluminação, além de criar um clima charmoso e aconchegante nos cômodos.

Debora aproveitou a metragem generosa para criar uma combinação de espaços mais amplos e mais intimistas. A enorme varanda é um bom exemplo disso: ali foram criados três ambientes diferentes, cada um com uma função. Um deles, adjacente à sala de estar, tem pé-direito duplo, é totalmente aberto e funciona como uma extensão do interior do apartamento. A área ao lado é coberta e tem pé-direito simples, por isso ali foi criado um espaço mais intimista, com mesas e cadeiras para pequenas reuniões ou até um churrasco. A terceira varanda é totalmente isolada das outras e fica na área íntima do apartamento, do lado de fora da sala de TV. A própria decoração – com luz de velas e um pequeno divã - sugere que esse é um lugar de uso mais exclusivo, restrito ao dono da casa e um ou outro visitante.

Além de bonita, a decoração é funcional, com muitos armários que ora exibem objetos decorativos, ora escondem papéis, documentos e livros, como acontece na sala de TV e na sala de almoço, onde o armário mantém a prataria e a louça a salvo. Para finalizar, os nichos negativos, que podem ser encontrados no quarto principal e na sala de TV, apoiam os quadros e bibelôs e servem como mesa de cabeceira em ambos os casos.

Fonte: PrimaPagina

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade