Selena Gomez se destaca em ações sociais desde os 17 anos

19 ago 2014
08h00
atualizado às 09h40
  • separator
  • comentários

Depois de conquistar reconhecimento mundial por seu papel na série vencedora do prêmio Emmy, Os Feiticeiros de Waverly Place, no canal Disney Channel, a atriz, cantora, compositora, dançarina e filantropa Selena Gomez, 22 anos, foi uma das artistas mais jovens a ganhar o prêmio máximo do Teen Choice Awards, no último dia 10, entregue conforme o merecimento do artista – o Ultimate Choice Award.

Como se não bastasse, ela também foi a pessoa mais jovem a se tornar embaixadora da Boa Vontade do Unicef, tendo sido nomeada em 2009, aos 17 anos.

O cargo permitiu que a atriz viajasse, em maio deste ano, ao Nepal, na Ásia, para jogar luz sobre as crianças necessitadas no país. “A visita foi de partir o coração, mas muito inspiradora”, declarou ela no site do Unicef. “Quando você vê crianças vivendo em condições de pobreza extrema, você se pergunta como é possível que elas sejam privadas das necessidades humanas básicas. Mas quando você conversa com elas, vê esperança, promessa e um futuro brilhante. Essa geração acredita que pode fazer a diferença, mas isso começa com educação e oportunidades.”

Em março, a bela foi uma das oradoras do We Day, movimento organizado pela ONG Free The Children (Liberte as Crianças) que busca capacitar uma geração de jovens cidadãos do mundo por meio de um programa educacional inspirador. Este ano, o evento aconteceu na Califórnia, nos Estados Unidos, reunindo mais de 180 mil jovens. No ano passado, a cantora recebeu um prêmio da fundação Make-A-Wish por sua notável dedicação à realização de desejos propostos por eles. Nos últimos cinco anos, Selena atendeu mais de 90 pedidos.

A menina dos olhos da ONU
Em 2008, após ser porta-voz, pelo segundo ano-consecutivo, da campanha Trick or Treat (Doce ou Travessura) do Unicef, que incentiva crianças a arrecadar fundos para ajudar outras crianças ao redor do mundo, Selena foi nomeada embaixadora da Boa Vontade do Unicef. No mesmo ano, viajou para Gana, na África, a fim de conscientizar as pessoas sobre a situação das crianças no país. Depois foi ao Chile, na América do Sul, para conhecer os programas do Unicef no local.

“Esse concerto possibilita que eu me conecte com os meus fãs e arrecade dinheiro para causas importantes ao mesmo tempo. Não consigo pensar em nada que eu gostaria mais de fazer”, confessou ela, há dois anos, após um show beneficente do Unicef. Embaixadora atuante, Selena marca presença em diversos outros concertos, campanhas e programas da ONU, tendo voz ativa na luta por crianças que vivem em situação de vulnerabilidade no mundo.

Fonte: Dialoog Comunicação
  • separator
  • comentários
publicidade