Ex-bancária viaja o mundo e encontra felicidade após crise

Conheça a história da brasileira Angelina Megumi Yamada, que se questionou sobre a vida quando chegou aos 30 anos

12 ago 2014
13h00
atualizado às 14h55
  • separator
  • comentários

Quando completou 30 anos, a empreendedora social brasileira Angelina Megumi Yamada, 33 anos, entrou em crise. Ela atuava no mercado financeiro havia dez anos, mas não tinha certeza de quem era e do que realmente queria na vida. Buscava por respostas, mesmo sem saber direito quais eram as perguntas.

Decidiu viajar. E precisou atravessar mais da metade da Rússia e se encontrar no meio da Mongólia para encontrar o que tanto buscava. “Voltei para o Brasil, larguei meu emprego como bancária e fui viajar o mundo fazendo o que eu mais gosto: fotos, trabalho voluntário, mergulho e novas descobertas”, relata.

As respostas foram surgindo naturalmente, ao longo de uma viagem de 20 meses por cerca de 40 países - Haiti, Albânia, Etiópia, Timor Leste e Bangladesh, entre outros. Por cada lugar que passou, Angelina fez diversos trabalhos voluntários e aproveitou para documentar os momentos mais especiais. Seu trabalho como fotógrafa amadora acabou lhe rendendo um valioso fruto: uma série fotográfica que revela a felicidade de pessoas desconhecidas em diferentes lugares do mundo.

“A felicidade é algo que deve ser sentido. E eu senti nas pessoas que fotografei, nos olhares, nos sorrisos. Até hoje, quando olho para as fotos, consigo sentir”, conta.

Durante seu período sabático, Angelina mobilizou seus amigos e lançou a campanha Photos for a Cause (Fotos por uma Causa), em dezembro de 2012, com o intuito de arrecadar fundos para projetos sociais na África. “Esse projeto foi um resultado da minha paixão pela fotografia, trabalhando como uma voluntária e vendo como o mundo pode ser tão desigual e como você pode fazer a diferença na vida de alguém.”

As doações recebidas foram usadas para comprar notebooks, materiais escolares, tanques de água, comida, livros, brinquedos educativos, máquinas de costura e outros.

Um novo propósito
Quando voltou ao Brasil, no início deste ano, Angelina ficou sabendo do 17° Festival do Japão que aconteceria em São Paulo, entre os dias 4 e 6 de julho no Centro de Exposições Imigrantes. O tema “A Origem da Felicidade” motivou a empreendedora a montar uma proposta para expor suas fotos como forma de compartilhar sua ideia de felicidade.

“Para mim, a felicidade consiste em ter uma relação de paz e harmonia consigo mesmo. Isto irá harmonizar a nossa convivência com o outro e com o mundo”, explica.

A ideia foi aceita e o trabalho foi bem recebido pelo público. “Não achei que as fotos iriam impressionar as pessoas do jeito que impressionou. Recebi muitas mensagens maravilhosas.”

Agora que tem certeza do que quer, Angelina começou a desenvolver ideias de negócios sociais para fazer no Brasil, focando nas pessoas que tem vontade de ajudar, mas não sabem como fazê-lo. “As fotos foram uma forma de compartilhar tudo que vivenciei e, quem sabe, gerar reflexões.”

Fonte: Dialoog Comunicação

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade